Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
sexta-feira , 15 fevereiro 2019
Notícias de Última Hora
karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort
Home / Notícias / Coligação do PSDB pede impugnação de candidatura de Delcídio Amaral

Coligação do PSDB pede impugnação de candidatura de Delcídio Amaral

A coligação ‘Avançar com Responsabilidade’, do PSDB, pediu nesta sexta-feira (21) à Justiça Eleitoral a impugnação do registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC). A chapa, que tem como candidatos ao Senado Marcelo Miglioli (PSDB) e Nelsinho Trad (PTB) alega que o ex-senador perdeu seu mandato.

A assessoria jurídica da coligação lembra que Delcídio foi feita pelo Senado Federal pode quebra de decoro parlamentar, que o teriam deixado inelegível pelo período remanescente do seu mandato de Senador e mais oito anos subsequentes.

Na última segunda-feira (17), Delcídio tornou-se candidato ao se registrar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e agora espera pelo deferimento de sua candidatura junto à Justiça Eleitoral.

Também nesta segunda-feira, o até então candidato ao Senado pelo PTC, o médico Cesar Augusto Nicolatti, desistiu da candidatura. A desistência foi apresentada ao TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral).

Consta no despacho da juíza eleitoral Elizabete Anache, que o pedido de candidatura de Nicolatti foi deferido em 31 de agosto.  Nesta segunda, Cesar Nicolatti, que também é presidente municipal do partido e o diretório do PTC pediram a renúncia da candidatura.

Ainda de acordo com a Justiça Eleitoral, o pedido de desistência é regular e o PTC deverá indicar um substituto, caso ainda queira concorrer ao Senado

Em julho deste ano, o juiz Ricardo Leite afirmou que áudios de conversas captadas entre Delcídio e os outros envolvidos não são provas válidas “para ensejar qualquer decreto condenatório”. A gravação de conversas foi o principal elemento que embasou a denúncia do MPF.

O magistrado afirmou, ainda, que o processo de investigação não foi suficiente para reconstruir “a realidade fática”. Para Ricardo Leite, várias situações podem ter ocorrido que ocasionaram a conversa entre Delcídio e os outros denunciados e “a prova fornecida (a gravação obtida) foi deficiente”.

Sobre Vanessa Coelho

Veja mais!

Com recursos de R$ 29 milhões para 2019, governador quer organizar agricultura familiar no Estado

Em 2019, com recurso garantido no valor de R$ 29 milhões destinados à agricultura familiar ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *