Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
domingo , 17 fevereiro 2019
Notícias de Última Hora
karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort
Home / Cidades / Com 14 mil inscritos e só 73 aprovados, concurso de professor vira polêmica

Com 14 mil inscritos e só 73 aprovados, concurso de professor vira polêmica

A divulgação do resultado da primeira fase do concurso para professor da rede estadual de ensino trouxe um número de impressionar: mais de 99% reprovados. De um total de 14.370 inscritos, só 73 passaram. A prova foi aplicada em 16 de dezembro do ano passado e o concurso ofertou mil vagas. Em Física, por exemplo, nenhum candidato foi aprovado.

Para quem participou, a quarta-feira (dia 30) é de reclamações e denúncias à Ouvidoria da SAD (Secretaria Estadual de Administração e Desburocratização) e do MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul).

Inscrito para a prova de Física, que não teve nenhum aprovado, um candidato, que pediu para não ter o nome divulgado, reclama do pouco tempo, foram quatro horas para resolver 80 questões e da impressão da prova, com textos sem parágrafos.

Professor em Iguatemi, Marcos da Silva Ferreira conta que fez denúncias à SAD e ao Ministério Público. Segundo ele, na última quarta-feira (dia 23) à tarde a área do candidato, no site da Funrio (Fundação de Apoio, Pesquisa e Assistência do Rio de Janeiro), mostrou que seu recurso para a questão 18 da prova de Conhecimentos Pedagógicos tinha sido indeferido. Hoje, o resultado é recurso aceito e questão anulada.

Para o candidato, questões foram anuladas para aumentar o número de aprovados. O cronograma previa que o resultado divulgado hoje seria publicado na última sexta-feira (dia 25). Cada prova é individualizada e o gabarito disponível a cada candidato. “Mas o gabarito tinha que ser divulgado para todo mundo”, afirma Marcos.

Ainda de acordo com ele, as questões da prova de Conhecimentos Pedagógicos não obedecem as questões aplicadas em outros concursos da Funrio. Marcos também questiona a qualidade de impressão da prova.

“A fonte era pequena, comprometendo a leitura e levava muito tempo para conseguir procurar as informações naquele texto sem parágrafo e sem espaçamento. Agora, no gabarito oficial, corrigiram isso. As questões aparecem com parágrafo e espaçamento”, diz.

A taxa de inscrição para o concurso público de provas e títulos, edital 01/2018, foi de R$ 216,16. Aplicada em Campo Grande e Dourados, a prova escrita objetiva tinha três divisões: Língua Portuguesa (15 pontos), Conhecimentos Pedagógicos e Metodológicos (25 pontos) e Conhecimentos Específicos (40 pontos).

Conforme o edital, seria considerado aprovado o candidato que obtivesse no mínimo 60% dos pontos estabelecidos para cada matéria. Desta forma, para ser aprovado, teria que fazer, ao menos, 9 pontos em Português, 15 pontos em Conhecimentos Pedagógicos e 24 pontos em Conhecimentos Específicos.

Fonte: Campo Grande News

Sobre Ellen Karine Birck

Ellen Karine Birck
20 anos, apaixonada pela minha profissão. Com intuito de trazer notícias, informações, entretenimento e muito mais em primeira mão. Jornalismo com Seriedade!

Veja mais!

Última hora: Bope prende três policiais rodoviários estaduais em Vista Alegre

Três policiais rodoviários estaduais foram presos no fim da manhã desta sexta-feira (15), em Vista ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *