Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
quarta-feira , 23 janeiro 2019
Notícias de Última Hora
karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort
Home / Notícias / Política / Comprando melhor, Governo de Mato Grosso do Sul deixou de gastar R$ 3 bilhões em 46 meses

Comprando melhor, Governo de Mato Grosso do Sul deixou de gastar R$ 3 bilhões em 46 meses

montante deu fôlego para que o Governo cumprisse integralmente seus compromissos mesmo em um período de recessão

Campo Grande (MS) – As ações de economia empreendidas pelo Governo de Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), foram responsáveis por reforçar o caixa do Tesouro Estadual em R$ 3,1 bilhões no período de 2015 a 2018. O montante da contenção de despesas na gestão de Reinaldo Azambuja deu fôlego para que o Governo cumprisse integralmente seus compromissos mesmo em um período de recessão. Para se ter uma ideia, somente nas compras diretas, nos últimos 46 meses, o Governo deixou de gastar R$ 5 milhões.

“Nosso modelo de gestão tem como prioridade as pessoas. Organizamos a casa comprando melhor para poder reverter esses recursos que antes eram despendidos somente com custeio da máquina pública. Hoje gastamos menos com o Estado para poder investir nas prioridades do nosso Governo que são saúde, educação, segurança pública, sempre com foco nas pessoas”, explica o governador.

O titular da SAD, Carlos Alberto Assis, conta que desde o primeiro momento na Secretaria, a determinação de Reinaldo Azambuja era a de economizar ‘em todos os sentidos’. “Quando assumimos a SAD, o governador nos deu essa missão. Fazer a lição de casa foi o primeiro passo, revendo licitações e contratos com o objetivo de beneficiar a população”, explica.

Titular da SAD, Carlos Alberto Assis. Foto: Rejane Monteiro

De acordo com o secretário, as ações de economia envolveram uma verdadeira ‘força-tarefa’. “Entre as ações mais polêmicas é possível citar os ônibus que transportavam os servidores. Tirá-los foi uma verdadeira operação de guerra. Eles eram uma tradição de quase 20 anos. Decidimos encerrar o contrato quando percebemos que dos 3,5 mil servidores que utilizam o transporte coletivo, apenas 400 usavam aquele serviço que custava R$ 4 milhões por ano ao Estado. Foi feito todo o mapeamento e no fim conseguimos novas linhas e horários diferenciados junto à Assetur [Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano da Capital], para beneficiar os servidores. Hoje esse contrato não existe mais”, conta.

A renegociação de contrato com a empresa de telefonia Oi, responsável pela prestação do serviço nos órgãos estaduais, também rendeu resultado positivo. Além de isentar a aplicação do reajuste anual, a empresa reduziu o valor de R$ 0,48 para R$ 0,24 na tarifa por ligação de tráfego fixo para telefone móvel.

Mais licitações

Entre outras economias, Assis cita como exemplo a licitação das identidades. Cotadas inicialmente a R$ 48,60 cada, o Governo do Estado conseguiu fechar a confecção dos RG’s em R$ 23,19 a unidade. “Compramos de botão a avião. Nós precisamos valorizar a gestão, uma vez que o Estado é o melhor comprador. Por isso negociamos o melhor preço. Se compramos em maior quantidade, nosso preço tem que ser o mais barato. Além disso, mudamos a forma de licitar fazendo tudo por pregão eletrônico. Isso ilustra bem o trabalho desta gestão, que trata o recurso público com economia e eficiência, colocando as pessoas sempre em primeiro lugar”, finaliza.

Prêmio Nacional

O novo sistema de compras implementado pela atual administração estadual passou a figurar como referência nacional durante a realização do Congresso Brasileiro de Contratos e Compras Públicas, em setembro. A equipe do Governo de Mato Grosso do Sul conquistou o Prêmio Nacional de Boas Práticas de Compras Públicas, projetando ações importantes de MS como a certificação pelo BID, o sistema e-Fornecedor, o Catálogo de Materiais e Serviços, e o Plano Estadual de Compras On-linePara ampliar a participação das pequenas e microempresas, a administração capacitou mais de 600 fornecedores em oficinas nos municípios de Dourados, Três Lagoas, Corumbá e Campo Grande. A ação contabilizou aumento de 23% para 51% da participação de micros e pequenas empresas nas compras públicas de Mato Grosso do Sul.

Rejane Monteiro – Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD)

Sobre Ellen Karine Birck

Ellen Karine Birck
20 anos, apaixonada pela minha profissão. Com intuito de trazer notícias, informações, entretenimento e muito mais em primeira mão. Jornalismo com Seriedade!

Veja mais!

Governo financia programa que avalia eficiência de defensivos agrícolas da soja e milho

Termo de Outorga firmado nesta quarta-feira (16.01) pelo governador Reinaldo Azambuja durante a abertura da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *