Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
domingo , 19 agosto 2018
Home / Notícias / Esportes / Corumbaense é despejado do Artur Marinho e pode jogar Copa do Brasil e Estadual em outras cidades

Corumbaense é despejado do Artur Marinho e pode jogar Copa do Brasil e Estadual em outras cidades

A atual diretoria do Corumbaense eleita no último dia 29 de junho, que colocou o empresário Elcio Fernando com presidente, tem um grande problema para resolver nos próximos dias que poderá prejudicar a cidade inteira. O clube recebeu nesta terça-feira (16) uma notificação de Ordem de Despejo para deixar o estádio Artur Marinho. A reclamação partiu da Liga Esporte de Corumbá (LEC).

O motivo alegado pela LEC é de que o clube não estaria pagando os alugueis do estádio no valor de R$ 10 mil mensal, mas que pelo consta, e havia assinado entre as partes, venceu em 31 de maio. Desde então, não existe nenhuma atividade profissional no Artur Marinho, mas mesmo assim, a Liga quer receber o aluguel desses meses.

Em virtude da posição da Liga, que mais uma vez está jogando contra o clube local, que tem previsão no calendário de 2019, a Copa do Brasil, Estadual e Série D, a diretoria vai iniciar negociações com as prefeituras de Ladário e Aquidauana para que os jogos do próximo ano então sejam realizados nos respectivos estádios.

Segundo um diretor do clube, que prefere não ser identificado, não existe diálogo mais com o atual presidente da Liga Esporte de Corumbá, Leôncio Raldes, que demonstra o total desinteresse em traçar os planos para ajudar o futebol da cidade.

IMPASSE

A Liga Esporte de Corumbá é dona do estádio Artur Marinho. Como não tem fonte de receita em seus campeonatos, que tem características amadoras e portanto não pode cobrar ingressos, uma das únicas chance de ganhar dinheiro seria com esse contrato com o Corumbaense, ou através de convênios com a Prefeitura Municipal.

Neste ano, o clube fez o contrato de 10 mil mensais até o final do Brasileirão da Série D. O que teria sido pago regularmente, mas com devidos descontos de melhorias feitas no estádio.

Entre essas melhorias, estão aquelas exigidas pelo Estatuto do Torcedor, Ministério Público, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e até da CBF, que fazem a vistoria do estádio para liberação de uma competição profissional. No início deste ano, a reportagem acompanhou o trabalho da diretoria do clube para fazer todas as melhorias para a devida liberação. Fato que ocorreu e que o clube pode jogar naturalmente as competições. A Liga, por ser amadora, não deve ter nenhum conhecimento dessas exigências.

Segundo o mesmo diretor, a diretoria do clube tem todos os documentos e recibos dos depósitos feitos para Liga e que serão apresentados na Justiça e as informações dos descontos feitos pelas melhorias, que inclusive está sendo utilizadas pela Liga no atual campeonato amador da cidade.

SUB-19 EM LADÁRIO

A diretoria do Corumbaense confirmou que já oficializou a Liga de Ladário para receber o próximo compromisso pelo Estadual Sub-19, diante do Comercial, no estádio Vicente Fortunato. O atual campeão da categoria joga neste domingo em Campo Grande contra as Moreninhas, no Jacques da Luz às 9h.

LONGE DE CORUMBÁ

Diante deste impasse, a diretoria do Corumbaense já iniciou negociações com representantes esportivos das cidades de Ladário e Aquidauana, como plano do B para que o time tenha condições de jogar a Copa do Brasil e também o Estadual.

A Copa do Brasil que terá início em fevereiro, já terá as primeiras inspeções dos estádios por parte da CBF a partir do mês de agosto.

A reportagem tentou contato com a Liga, mas ainda não conseguiu localizar o presidente para falar sobre o assunto.

(Fonte: Esporte MS)

Sobre Ellen Birck

Veja mais!

Palmeiras domina Vitória fora e vence com 2 de Deyverson

Atacante volta a se destacar e em Salvador, comanda resultado tranquilo pelo Campeonato Brasileiro. Deyverson ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *