Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
quarta-feira , 23 janeiro 2019
Notícias de Última Hora
karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort
Home / Notícias / Em nota, Zé Teixeira questiona momento de prisão e ausência de depoimentos

Em nota, Zé Teixeira questiona momento de prisão e ausência de depoimentos

Deputado estadual afirma que nunca havia sido chamado para prestar depoimento em investigações que culminaram na Operação Vostok

Em nota distribuída por sua assessoria, o deputado estadual Zé Teixeira (DEM) considerou “estranha” sua prisão na Operação Vostok –que apura esquema de fraudes em notas frias para justificar pagamentos de propinas– na quarta-feira (12) sem que ele tenha sido ouvido antes da ação policial. Ele também salientou que a ação ocorreu há poucos dias antes das eleições de outubro, na qual disputará novo mandato de deputado estadual.

No comunicado, Zé Teixeira afirma que atua no ramo de compra e venda de gado na região de Mato Grosso do Sul há 50 anos. “Todos os meus endereços são de amplo conhecimento público e, estranhamente anterior à data da operação, nunca fui convidado, convocado e/ou solicitado pela justiça para prestar esclarecimentos”, pontua o comunicado.

O deputado, prossegue o comunicado, declarou reforçar decisões e trâmites judiciais, “mas não posso deixar de observar do fato acontecer faltando apenas 25 dias para as eleiçõesem que sou candidato a um novo mandato como deputado estadual”. Ele informou que seus advogados “estão providenciando o restabelecimento da verdade”. Sua defesa já apresentou pedido de revogação da prisão ao STJ (Superior Tribunal de Justiça).

O gabinete de Zé Teixeira foi um dos locais vistoriados pela força-tarefa da Vostok na quarta-feira, assim como seu escritório em Dourados –sua base eleitoral. O deputado foi preso no hotel em que costuma se hospedar na Capital em dias de sessão na Assembleia Legislativa. Ele foi um dos 14 alvos de mandados de prisão e 41 de busca e apreensão na operação.

O deputado está em prisão provisória no Presídio Militar, em Campo Grande, para onde também foi levado o conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado), Márcio Monteiro –ex-secretário de Fazenda do Estado. A Corte de Contas emitiu nota reforçando que as acusações contra o conselheiro não têm relação com sua atuação no órgão, reforçando ainda que ele deve ter direito a ampla defesa no processo.

Sobre Admin

Veja mais!

Acusado de agressão, TV Globo expulsa Vanderson do BBB19

E rolou mais uma expulsão na nova edição do BBB! Na manhã desta quarta-feira, 23, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *