Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort

Oferta de animais para estabelece e consolida politica de preços em Mato Grosso do Sul

Por óbvio todos os mercados são regidos por um conceito cristalizado. O da oferta e demanda. Houve um tempo, em que o estado de Mato Grosso do Sul era o maior produtor de carne do país, e tinha o maior rebanho. A região sul do estado, que compreende importantes cidades, como Dourados, Nova Andradina, Naviraí e Ponta Porã, entre outras; era referência nesse mercado.
No final da década de 90 e início dos anos 2000, a referência para balizamento de preços do mercado pecuário de corte, sobretudo de gado magro, era extraído da praça de Dourados. Como o estado era o mais importante produtor do pais, essa região do estado regia os preços do Brasil inteiro. Era comum nessa época a realização de pelo menos 2 a 3 leilões corte por semana e regularmente.
A região norte do estado sobretudo no pantanal tinha grande volume de rebanho, contudo sob um conceito de ser de baixa qualidade genética, e, portanto, era auferido com valores mais baixos. Havia até certo ponto, preconceito com o gado pantaneiro. E justamente pela característica genética e de forma de manejo e criação desses animais o volume de abate era menor do que na região sul. Era menos produtivo!
Muito bem, isso tudo para demonstrar que com o passar do tempo, e a forte introdução de nova matrizes produtivas no Sul estado, com destaque para o triangulo Dourados, Maracaju e Ponta Porã. Onde a agricultura foi introduzida com força e consistência o rebanho foi sendo diminuído rapidamente.
Hoje o estado já está longe dos primeiros lugares em volume de rebanho, e os volumes mais expressivos de gabo bovino está na região pantaneira. Ao Sul restou animais de maior qualificação genética que respondem bem aos manejos mais intensivos e integrados com essas novas matrizes produtivas (agricultura e floresta, principalmente). Os volumes já não são coisa relevante. Contudo a busca hoje é por melhor remuneração e qualidade crescente do produto carne. O que obviamente é favorecido pela menor oferta, e por uma demanda constante e até crescente.
Mas voltando ao mercado, essa realidade, impôs uma inversão de valores. Ao passo que hoje 05/02/2019 o preço do boi gordo na região de Dourados é 142,00 $/@, com 30 dias e 140,00/@ a vista; já em Campo Grande o mercado dita: 140,00/@ com 30 dias e 138,00/@ a vista (Fonte: scot consultoria). Para Vaca em Dourados: 132,00/@ com 30 dias e 130,00/@ a vista e Campo Grande: 128,00/@ com 30 dias e 126,00/@ a vista (Fonte: Scot consultoria).
Essa é uma nova realidade do mercado da carne aqui no Mato Grosso do Sul, que deve se manter coerente por um horizonte de médio a longo prazo, pois como descrito no início, os mercados são regidos pela oferta e demanda, e como não há nenhum sinal momentâneo que indique alguma mudança nessa oferta de animais, é preciso que os pecuaristas se atentem para isso no momento de dimensionarem e de planejarem suas unidades produtivas, ou seja suas fazendas.

Reportagem: Eduardo Marcondes

Sobre Ellen Karine Birck

Ellen Karine Birck
20 anos, apaixonada pela minha profissão. Com intuito de trazer notícias, informações, entretenimento e muito mais em primeira mão. Jornalismo com Seriedade!

Veja mais!

Suposta tentativa de sequestro em frente a escola preocupa pais e Semed apura

Uma suposta tentativa de sequestro em frente a uma escola municipal do bairro Guanandi, em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *