Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
quarta-feira , 23 janeiro 2019
Notícias de Última Hora
karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort
Home / Notícias / Réu por ameaçar mulher e enteado, filho de prefeita ganha liberdade

Réu por ameaçar mulher e enteado, filho de prefeita ganha liberdade

Preso em flagrante no dia 28 de novembro acusado de violência doméstica, Jorge Razuk Neto, 41, filho mais velho da prefeita Délia Razuk (PR), deixou nesta sexta-feira (21) a PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

Razuk Neto foi beneficiado por uma liminar do desembargador Divoncir Schreiner Maran, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, concedida ontem.

O pedido de habeas corpus foi impetrado pelo advogado Luiz Pedro Gomes Guimarães contra a decida o do juiz Alessandro Leite Pereira, da 4ª Vara Criminal de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande.

Um dia após o flagrante, o juiz havia decretado a prisão preventiva (sem prazo determinado) do primogênito da atual prefeita da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul e do ex-deputado estadual Roberto Razuk.

O Campo Grande News apurou que o alvará de soltura já foi cumprido e Jorge Razuk Neto está em liberdade.

No dia 14 deste mês, ele virou réu por ameaça, dano, desacato e contravenções penais. A decisão foi tomada pelo juiz Alessandro Leite Pereira, que também marcou para o dia 31 de janeiro de 2009 a audiência para depoimento das testemunhas de acusação e de defesa e para interrogatório do réu.

Prisão – Jorge Razuk Neto foi autuado em flagrante na manhã de 28 de novembro na DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) por ameaça, apropriação indébita, desacato e violência doméstica após enforcar e ameaçar com uma faca a atual mulher, Fernanda Maria Vitória de Araújo, 40.

Na tarde do mesmo dia ele foi levado para a penitenciária. No dia seguinte passou por audiência de custódia no Fórum. Naquele dia, o juiz acolheu a representação do Ministério Público Estadual e converteu a prisão em flagrante em preventiva.

Além da violência contra a mulher, Jorge Razuk Neto é acusado de ameaçar o enteado, Kalkri Avatara Vitório Araújo Cirino, 18, que interferiu ao ver a mãe sendo enforcada, e conseguiu retirá-la das mãos do padrasto. Jorge Razuk ainda foi autuado por desacato contra os guardas municipais chamados para atender a ocorrência.

Ameaça – Por volta de 7h40 de 28 de novembro, a Guarda Municipal foi chamada para atender um caso de violência doméstica em uma residência localizada na Rua Izzat Bussuan, na Vila Aurora, região nobre de Dourados.

Quando a equipe comandada pelo subinspetor Ademar Cabral de Araújo chegou ao local, foi informada por Kalkri que seu padrasto estava tentando matar sua mãe. Fernanda e os três filhos estavam na esquina, assustados e nervosos, segundo relataram os guardas.

Ao perceber a equipe da GM se aproximando, Jorge teria começado a gritar que iria retirar a farda dos guardas e os mandou cuidar do patrimônio público, “que está abandonado”. Afirmou que só receberia a Polícia Militar. Jorge também teria ofendido o subinspetor Cabral, chamando-o de “viadinho” e pedindo para largar a arma e fosse para a briga com ele.

Policiais militares chegaram ao local e entraram no quintal. Após conversarem com o acusado, deixaram o local alegando que a Guarda Municipal tinha chegado primeiro e era responsável pela ocorrência.

Jorge Razuk só se acalmou com a chegada do então comandante da Guarda Municipal, Sílvio Reginaldo Peres Costa (exonerado nesta semana, junto com outros secretários municipais).

O inspetor conseguiu convencer o acusado a seguir até a Delegacia da Mulher. Jorge foi no próprio carro, segundo a ocorrência.

Kalkri, o enteado, contou que as agressões começaram quando Fernanda disse a Jorge Razuk que queria a separação. Nesse momento, o rapaz diz ter ouvido gritos e ao entrar no quarto do casal viu o padrasto enforcando Fernanda, prensando-a contra o guarda-roupa e segurando uma faca de cabo amarelo na outra mão.

O rapaz disse que conseguiu tirar a mãe das mãos de Jorge e correr com as irmãs pequenas e Fernanda para a rua, onde pediram ajuda aos vizinhos. Kalkri contou ter sido ameaçado por Jorge Razuk.

Antes da Guarda Municipal chegar, ele saiu na frente da casa e o ameaçou, dizendo “você cresceu para cima de mim porque está fazendo academia e jiu-jítsu. Você vai ver, eu vou atrás de você”.

Reportagem: Campo Grande News 

Sobre Ellen Karine Birck

Ellen Karine Birck
20 anos, apaixonada pela minha profissão. Com intuito de trazer notícias, informações, entretenimento e muito mais em primeira mão. Jornalismo com Seriedade!

Veja mais!

Homem recusa sexo, é chamado de frouxo e atira contra garota de programa na Capital

Nicolas de Jesus Batista, de 22 anos, foi preso em flagrante na noite de ontem ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *