karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort

Soja: preço sobe em Chicago com repasse de recursos a produtores dos EUA

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago fecharam a terça-feira, dia 18, com preços mais altos. Ainda sem novas vendas de soja americana para a China, o mercado foi sustentado pelo repasse de recursos financeiros para compensação aos produtores dos Estados Unidos.

O presidente Donald Trump anunciou, na segunda, uma nova rodada de compensações financeiras a produtores norte-americanos. A guerra comercial entre o país e a China causou perdas aos produtores. Com o novo montante, o total de pagamentos por commodities a produtores chega a US$ 9,6 bilhões.

Importadores chineses compraram uma quantidade não especificada de soja dos Estados Unidos nesta terça, nos primeiros grandes negócios depois de terem contratado mais de 1,5 milhão de toneladas em embarques norte-americanos na semana passada, disseram três operadores com conhecimento dos acordos.

Uma representante do Conselho de Exportação de Soja dos EUA também confirmou as novas compras, citando três fontes na China, mas não soube dizer qual foi o volume dos negócios.

SOJA NA BOLSA DE CHICAGO (CBOT) – POR BUSHEL

  • Janeiro/2019: US$ 9,07 (+3 cents)
  • Março/2019: US$ 9,20 (+2,75 cents)

Brasil

O mercado interno apresentou mais um dia de poucos negócios, sem alterações nos preços. Chicago e dólar subiram moderadamente, sem motivar os produtores a voltarem ao mercado.

SOJA NO MERCADO FÍSICO – POR SACA DE 60 KG

  • Passo Fundo (RS): R$ 79,50
  • Cascavel (PR): R$ 73,50
  • Rondonópolis (MT): R$ 70
  • Dourados (MS): R$ 76
  • Santos (SP): R$ 81,50
  • Paranaguá (PR): R$ 80
  • Rio Grande (RS): R$ 81
  • São Francisco (SC): R$ 81,50
  • Confira mais cotações

Milho

A Bolsa de Chicago fechou com preços mais altos. Em sessão marcada por volatilidade, o mercado buscou suporte na vizinha soja, em meio à notícia de que o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) deve pagar a segunda parcela de compensações aos produtores e pecuaristas do país.

A expectativa de compras da de milho norte-americano por parte da China também favoreceu os ganhos.

MILHO NA BOLSA DE CHICAGO (CBOT) – POR BUSHEL

  • Março/2019: US$ 3,85 (+1,50 cent)
  • Maio/2019: US$ 3,93 (+1,75 cent)

Brasil

O mercado manteve preços estáveis e atenções voltadas para o quadro climático brasileiro. Segundo o analista de Safras & Mercado Fernando Henrique Iglesias, a situação permanece complicada no oeste do Paraná e na região sul do Mato Grosso do Sul. A expectativa é de alguma quebra nessas regiões.

Para o primeiro bimestre, a tendência é de priorizar o escoamento da safra de soja, deixando a comercialização de milho em segundo plano, comenta.

MILHO NO MERCADO FÍSICO – POR SACA DE 60 KG

  • Rio Grande do Sul: R$ 38
  • Paraná: R$ 33
  • Campinas (SP): R$ 39,50
  • Mato Grosso: R$ 21
  • Porto de Santos (SP): R$ 38
  • Porto de Paranaguá (PR): R$ 37,50
  • Porto de São Francisco (SC): R$ 37,50
  • Veja o preço do milho em outras regiões

Café

O mercado brasileiro teve um dia de lentidão, mantendo negócios travados, diante de mais uma queda do arábica na Bolsa de Nova York. Os produtores estão afastados e sem interesse pelos atuais níveis de preços. As festividades de final de ano também tornam ainda mais morosas as negociações, com agentes ficando fora de atividade.

CAFÉ NO MERCADO FÍSICO – POR SACA DE 60 KG

  • Arábica/bebida boa – Sul de MG: R$ 410 a R$ 415
  • Arábica/bebida boa – Cerrado de MG: R$ 415 a R$ 420
  • Arábica/rio tipo 7 – Zona da Mata de MG: R$ 335 a R$ 340
  • Conilon/tipo 7 – Vitória (ES): R$ 295 a R$ 300

Fonte: Canal Rural

Sobre Ellen Karine Birck

Ellen Karine Birck
20 anos, apaixonada pela minha profissão. Com intuito de trazer notícias, informações, entretenimento e muito mais em primeira mão. Jornalismo com Seriedade!

Veja mais!

Expansão de cultivos em regiões do MS pode favorecer próximas colheitas no estado

De acordo com a Embrapa Agropecuária Oeste, novas fronteiras agrícolas contribuem para a cadeia produtiva ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *