Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
Notícias de Última Hora
karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort

Vacinação contra febre aftosa prossegue até 30 de julho e brucelose até 15 de agosto na região do Pantanal

Atendendo a um pedido dos pecuaristas da região do Pantanal, através do Sindicato Rural de Corumbá e da Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul (Famasul), foi prorrogado por meio de Portaria da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) – a vacinação contra febre aftosa e brucelose do rebanho naquela área.

Devido às cheias da região do Pantanal, que impossibilitam o manejo adequado do rebanho para realização da vacinação contra a febre aftosa dentro do período estipulado inicialmente, o prazo de vacinação dos animais mudou para até dia 30 de julho de 2018. O período para o registro da vacinação no sistema também foi estendido para 15 de agosto.

Da mesma forma, e pelos mesmos motivos, a Iagro também prorrogou a vacinação contra a brucelose na região do Pantanal. Os pecuaristas têm até 15 de agosto para vacinar e registrar a vacinação no sistema.

A decisão, que vem de encontro com a demanda dos pecuaristas da região citada não se estende à vacinação nas propriedades das regiões sanitárias do Planalto e Fronteira, que tiveram prazo até dia 15 de junho para vacinação e período de registro no sistema até 30 de junho. Confira:

  • Região do Planalto – vacinação até 15 de junho e registro até 30 de junho;
  • Região da Fronteira – vacinação até 15 de junho e registro até 30 de junho;
  • Região do Pantanal – vacinação prorrogada para 30 de julho e registro até 15 de agosto.

Segundo o diretor-presidente da Iagro, Luciano Chiochetta, que no primeiro semestre deste ano esteve na Bolívia, em Paris e, recentemente, em Cuiabá discutindo as ações para retirada definitiva da vacinação contra a febre aftosa no Brasil, Mato Grosso do Sul cumpre o seu papel garantindo excelentes números e manterá a média, que é superior a 99% do rebanho vacinado.

Mato Grosso do Sul

O rebanho do Estado soma 21 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos e a meta do governo estadual é vacinar 99% dos animais, embora a exigência dos órgãos sanitários seja atingir no mínimo 80%.

Garantir a meta estadual de vacinação do rebanho é importante para assegurar o status de zona livre de febre aftosa com vacinação, que o País conquistou recentemente e que deve ampliar o leque de oportunidades de negócios com a carne bovina do Brasil, que hoje já chega a 150 países.

Mato Grosso do Sul tem um rebanho altamente produtivo (reduziu em dois milhões de hectares a área de pastagem, mas mantém o volume de abate), é líder no abate de bezerros com até 24 meses de idade e tem carne de qualidade comprovada.

Texto e fotos: Kelly Ventorim – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro)

Sobre Ellen Karine Birck

Ellen Karine Birck
20 anos, apaixonada pela minha profissão. Com intuito de trazer notícias, informações, entretenimento e muito mais em primeira mão. Jornalismo com Seriedade!

Veja mais!

Fazenda Itaguassu, de Maracaju-MS, é primeira a abater no novo protocolo exclusivo para associados da ACNB

Foi realizado nesta terça, 19, o primeiro abate dentro do novo Protocolo de Qualidade Nelore ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *