Maracaju/MS
28°C
Clear sky
Dourados/MS
27°C
Clear sky

Aniversário em dose dupla Camapuã e Paraíso das Águas comemoram aniversário hoje

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
30/09/2021
Redação

Dois municípios de Mato Grosso do Sul estão aniversariando nesta quinta-feira (30). Camapuã completa 73 anos de emancipação político-administrativo e Paraíso das Águas, cidade mais nova do estado, faz hoje 18 anos.

Distante 137 km de Campo Grande, Camapuã começou a ser ocupada em 1593. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), jesuítas espanhóis, procedentes de Guaíra,  subiram os Rios Paraná e Pardo e se estabeleceram, com uma Redução, à margem esquerda do Ribeirão Camapuã, que fica a três quilômetros da atual Cidade.

Por volta de 1630, bandeirantes paulistas destruíram a Redução, transformando o local num simples pouso daqueles que demandam às minas de ouro de Cuiabá. Anos depois, com o fim da febre do ouro e da penetração das bandeiras, as terras foram completamente abandonadas.

A localidade só voltou a ser desenvolvida em 1921, quando o Governo do Estado autorizou a reserva de 3600 hectares para a formação do patrimônio de Camapuã, no município de Coxim. Em 1924, foi erguida a primeira casa, onde hoje se localiza a Cidade, por João da Motta, que também construiu uma igreja, visando a transformar a localidade em um grande núcleo populacional. Após o falecimento de João, sua obra foi concretizada com a chegada de vários fazendeiros, entre eles Tibúrcio Dias, Firmino Borges, Lázaro Caiana, Francisco Gonçalves Rodrigues e Alaor Gonçalves Rodrigues, que instalaram suas fazendas de gado.

Camapuã foi elevada a município pela Lei nº. 134, de 30 de setembro de 1948 e em 1977 passou a fazer parte do atual estado de Mato Grosso do Sul. Sua principal atividade econômica é a pecuária, sendo conhecida nacionalmente como Capital do Bezerro de qualidade.

Imagem aérea da pequena Paraíso das Águas (Foto: Daniela Lossávero)

Paraíso das Águas – Localizado a 280 km da Capital, o município de Paraíso das Águas foi emancipado pelo governo estadual em 2003 após a realização de plebiscito em Água Clara, Costa Rica e Chapadão do Sul.

Segundo o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), o ato foi aprovado por 96,34% dos eleitores. Entretanto, o decreto de emancipação foi questionado judicialmente pela prefeitura de Água Clara, que alegava prejuízo na economia por conta da perda de território.

O impasse durou até dezembro de 2009, quando o STF (Supremo Tribunal Federal) considerou válido o decreto estadual que dava autonomia a Paraíso, que se tornou o mais novo município de Mato Grosso do Sul. O anúncio foi feito na manhã do dia 3 de dezembro de 2009 pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski.

 

Fonte: campograndenews

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp