sexta-feira, 12 jul 2024

Buscas por vítimas de deslizamento são retomadas na BR-376: “há veículos pendurados na ribanceira”

Buscas por vítimas de deslizamento são retomadas na BR-376: “há veículos pendurados na ribanceira”

29 novembro – 2022 | 8:08

Cães de faro estão sendo utilizados para encontrar pessoas que estariam soterradas

As buscas pelas vítimas do deslizamento de terra na BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, foram retomadas na manhã desta terça-feira (29). Ainda chove no local, por isso as equipes encontram dificuldades para realizar as atividades.

A concessionária Arteris Litoral Sul, fez a interdição na praça de pedágio em Garuva. O socorrista Fábio Dias, que estava no local atuando como voluntário, disse que o cenário é de guerra.

“Está tendo muita enxurrada ainda. Por isso não temos nem acesso às vítimas ainda”.

Por conta das condições do tempo, ainda não foi possível precisar quantas pessoas podem ter sido vítimas. Apesar disso, uma morte foi registrada e confirmada.

“São dois quilômetros de desabamento, pode ser que tenha 50, 80, 100 carros, carretas. Como acabou de amanhecer, agora que o pessoal está avaliando. Então o ideal é aguardar”.

O vídeo, que circula nas redes sociais, mostra um trecho do começo do bloqueio na rodovia. É possível ver que a terra caiu por cima dos veículos, por isso também não é possível afirmar quantos carros e caminhões foram soterrados.

Deslizamento na BR-376

O deslizamento no trecho da BR-376, entre o Paraná e Santa Catarina, aconteceu no início da noite de segunda-feira (28), por volta das 19h15, e afetou os dois sentidos da BR-376, na altura do km 669. A concessionária Arteris Litoral Sul, fez a interdição na praça de pedágio em Garuva.

Equipes da empresa, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Rodoviária Federal atuaram no local. Alguns veículos teriam sido jogados para fora da pista com o deslizamento e vítimas estariam presas às ferragens.

Por voltada das 20h50 de segunda-feira, equipes da concessionária e da PRF providenciavam pontos de retorno para retirar os veículos que estão na fila. A recomendação é de que os motoristas não sigam para o local.

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias