sábado, 25 maio 2024

Cerest alerta para o aumento no número de acidentes com coletores de resíduos

Cerest alerta para o aumento no número de acidentes com coletores de resíduos

24 maio – 2023 | 12:12

O descarte incorreto de materiais cortantes e perfurantes é a maior causa dos casos registrados.

O número de acidentes com coletores de resíduos, causados por objetos cortantes, registrados até o mês de maio de 2023, já é mais que a metade do totalizado em todo o ano passado. Diante disso, o Cerest (Centro de Regional de Referência em Saúde do Trabalhador) deu instruções para que a população possa descartar os lixos de maneira correta.

Conforme os dados do Cerest, em todo o ano de 2022, foram registrados cinco acidentes, mesmo número registrado em 2021, entretanto, se considerar os dados que não são notificados, o número de acidentes pode ser muito maior.

“Na maioria das vezes os trabalhadores se machucam com os objetos descartados, mas não comunicam, então temos a certeza que esses dados são ainda piores, se considerarmos os casos que não são notificados”, explica Taissa Gonçalves Leal, Médica do Centro Regional de Referência em Saúde do Trabalhador.

Segundo ela, a melhor maneira de se prevenir acidentes é a população realizar o descarte correto dos resíduos, com materiais cortantes ou perfurantes, como espetos de bambu e metal, embalados dentro de garrafas pet, ou em caixas de papelão ou de leite, por exemplo, além disso, colocar bilhetes de fácil visualização que informem a presença de objetos cortantes.

As agulhas utilizadas para administração de medicação devem ser acondicionadas também em garrafa de plástico ou caixa de papelão e encaminhadas à uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

Taissa ressalta também que o acidente com um coletor impacta no serviço prestado para toda a cidade. “Um acidente de trabalho prejudica a saúde dos coletores, impacta em déficits de mão de obra para a coleta de lixo e gera um grande transtorno. é Preciso dedicar ainda mais atenção e relembrar desses cuidados em períodos festivos e de comemorações, quando a quantidade de garrafas quebradas aumenta e com isso aumenta o número de casos de acidente com esse tipo de material”, completa.

Outras medidas de segurança que podem ser tomadas pela população são contribuir para a coleta seletiva separando materiais recicláveis e redobrar a atenção e diminuir a velocidade quando estiver dirigindo e observar coletores realizando o trabalho nas vias.

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias