quarta-feira, 21 fev 2024

Com 60 horas de programação, Festival América do Sul chega ao fim transpirando arte e cultura
Cultura

Com 60 horas de programação, Festival América do Sul chega ao fim transpirando arte e cultura

Redação
13 novembro – 2023 | 16:16

Durante os quatro dias, o sol não deu trégua. O calor, com temperaturas que ultrapassaram a marca dos 40ºC, se manteve mesmo após o pôr do sol. Mas isso não impediu Corumbá de se transformar, de 9 a 12 de novembro, pela 17ª vez, na capital da arte e da cultura da América Latina.

Resultado do trabalho de cerca de 500 pessoas, o Festival América do Sul contou com 120 atrações e 15 horas diárias de programação (totalizando 60 ao longo de todo o evento). Teve teatro, dança, literatura, artes visuais, moda e muita música. Teve tanta coisa que transpassou os limites de Corumbá, com atividades em Ladário e até em Puerto Suarez, na Bolívia. Tudo público e gratuito.

Durante a festa, 50 mil corações latinos bateram mais forte na Cidade Branca, às margens do Rio Paraguai. Assim como no Festival de Inverno de Bonito, as atrações contaram com acessibilidade em todas suas formas: com intérpretes de libras, área reservada para PcDs (Pessoas com Deficiência) em frente ao palco e atividades voltadas à inclusão.

As grandes atrações do FAS 2023 ficaram por conta da música com os shows de Amado Batista (9/11), Neguinho da Beija-Flor (10/11), Criolo (11/11) e Frejat (12/11), além do Casarão Cultural, com apresentação de músicos de outros estados do Brasil, e a Catedral Erudita, com espetáculos de Tetê Espíndola e Orquestra de Maestro Martinelli, da Orquestra Indígena e da Orquestra de Câmara de Santa Cruz (BOL).

Teve também espaço para aqueles que, muitas vezes, não têm voz na sociedade, com rap, hip hop e a tradicional Batalha do Porto, completando com as outras apresentações um verdadeiro passeio por praticamente todos os estilos musicais, contando também com influências africanas e muitos sons de Paraguai, Bolívia e Colômbia, entre outros.

Realizado pelo Governo do Estado com a prefeitura de Corumbá, o Festival América do Sul se consolidou como um dos mais importantes de Mato Grosso do Sul. E o governador Eduardo Riedel assumiu o compromisso de manter o evento na cidade pantaneira. ‘Esse Festival traz toda essa característica de integração regional e não vai sair de Corumbá. O Festival é de Corumbá”, ressaltou.

Paulo Fernandes, ASCOM FAS 2023

Foto: Bruno Rezende

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias