quinta-feira, 18 jul 2024

Com reforço na segurança e acolhida, escolas da rede estadual funcionam normalmente em MS

Com reforço na segurança e acolhida, escolas da rede estadual funcionam normalmente em MS

20 abril – 2023 | 14:14

Com acolhida especial, descontração e reforço na segurança, todas as 348 escolas da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul estão em funcionamento normal nesta quinta-feira (20).

Na EE Henrique Ciryllo, na Avenida Capital, em Campo Grande, alunos e professores foram recepcionados com música, termômetro dos sentimentos e mural para mensagens de paz. Na entrada da unidade a comunidade escolar dividiu espaço com policiais militares do programa “Escola Segura, Família Forte” e do NISE (Núcleo de Inteligência de Segurança Escolar), além da patrulha do COSI (Centro de Operações de Segurança Integrado).

A intensificação no policiamento e nas rondas realizadas pela PM (Polícia Militar) também ocorreu nas proximidades das escolas municipais e particulares da Capital e do interior.

“Nós temos o efetivo intensificado, tanto nas rondas quanto na presença em pontos estratégicos na cidade e em todo o Estado. Estamos atentos as demandas e atuando com muito agilidade e efetividade, que é o mais importante”, afirmou o coronel Wagner Ferreira da Silva, secretário executivo de Segurança Pública da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública).

Alunos foram recebidos de maneira especial.
Os recados positivos foram um jeito diferente de começar o dia.
E em sala de aula, a segurança também foi discutida.

 

 

 

 

 

 

Além da atuação da PM, que os estudantes afirmam ser constante nos horários de entrada, saída e no período regular de aulas, as escolas também discutiram sobre segurança e outros temas relacionados. “A gente se preparou para este dia. No começo minha mãe ficou com medo, e eu também. Mas passou. Eu sei que a escola é um lugar seguro”, afirmou a aluna do 6° ano, Ana Júlia da Conceição.

Ela e os colegas de sala vestiram camisetas brancas, para mostrar apoio ao “Dia S de Segurança nas Escolas”, a ação desenvolvida em conjunto entre a Sejusp e a SED (Secretaria de Estado de Educação).

“A gente não pode deixar que as fakes news nos deixem com medo. Eu achei super legal o que fizeram. Hoje está sendo o melhor dia da minha vida na escola”, disse animada a aluna Sophia Passos Pimentel, também do 6° ano.

Maria Fernanda escreveu seu desejo de paz.

Maria Fernanda Taveira, 11 anos, do 7° ano, decidiu deixar uma mensagem no mural da paz, instalado logo na entrada escola. “Que esse dia seja um dia abençoado”, com um coração na assinatura e letra caprichada, Maria Fernanda expressou e deixou registrado seu desejo. “Eu sei que foi divulgada muita ameaça falsa, mas aqui na escola a gente sabe que não tem perigo. Por isso eu vim na aula. Está tudo bem”, disse.

O professor de História Rafael Mascarenhas pontuou que a situação que ganhou força na semana passada foi tratada com clareza em sala de aula. “A gente conversou com os alunos, logo que começaram a falar para nós. Tranquilizamos eles, porque é importante manter a calma e orientamos para que não amedrontasse outros alunos e as famílias. De modo geral a maioria participou das aulas”.

O diálogo e as ações posteriores são pontos importantes que serão mantidos nas escolas. “Essa reflexão sobre o espaço escolar seguro é importante. Estamos apresentando o aparato que a SED tem nas escolas e que promovem a segurança. Todas a escolas estão fazendo este trabalho hoje”, afirmou a superintendente de políticas Educacionais da SED, Adriana Buytendorp.

No decorrer do dia, conforme orientações enviadas pela SED, as escolas colocarão em prática atividades variadas, utilizando o espaço de disciplinas como Projeto de Vida ou de outros componentes, para que os estudantes tenham momentos de diálogo com Estações de Aprendizagem e reflexões sobre os espaços escolares.

Atuação efetiva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para a continuidade das ações de segurança nas escolas Rede Estadual de Ensino a PM mantém reforço do policiamento nas 348 unidades escolares estaduais em Campo Grande e no interior, além das escolas da rede municipal e particular.

Além disso, na Capital, a atuação das equipes responsáveis pelas rondas do programa “Escola Segura, Família Forte” também será intensificada. O foco na segurança da comunidade escolar e atenção máxima para ameaça de violência teve reforços diversos desde a semana passada.

A atuação das equipes da área da segurança pública ocorre de forma coordenada e integrada entre a Sejusp e a SED. Na semana passada foi criado o gabinete de gestão de incidentes no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) que envolve a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Metropolitana, além de representantes do programa “Escola Segura, Família Forte”, Semed (Secretaria Municipal de Educação), Conselhos Tutelares e da rede particular de ensino.

Todas as ações de segurança desenvolvida contemplam a Capital e o interior, com apoio das forças de segurança locais, em cada município.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Outra frente de atuação é o NISE (Núcleo de Inteligência de Segurança Escolar), que funciona no COSI (Centro de Operações de Segurança Integrado), responsável pelo videomonitoramento de 245 escolas da REE – que tem 348 unidades em MS, com mais de 185 mil alunos. A previsão é que este monitoramento chegue a 298 escolas até o final de abril.

“Hoje o funcionamento das escolas está totalmente tranquilo, sob controle. Temos o tratamento técnico e agilidade na condução. É resultado efetivo das forças de segurança em todo o Estado”, finalizou o coronel Wagner.

 

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias