domingo, 14 jul 2024

Crianças de 6 a 11 meses devem receber dose zero da vacina tríplice viral

Crianças de 6 a 11 meses devem receber dose zero da vacina tríplice viral

18 agosto – 2022 | 16:16
Vacinas estão disponíveis em todas as Unidades de Saúde de Dourados (Foto: Divulgação)

Caso de rubéola na Bolívia levou Ministério da Saúde a indicar vacinação em quatro estados

A Sems (Secretaria Municipal de Saúde), por meio do Núcleo de Imunização, já disponibiliza em todas as UBS’s (Unidade Básica de Saúde) a dose zero da vacina tríplice viral para crianças entre seis e 11 meses. A medida segue determinação do Ministério da Saúde para que esse público-alvo nos estados que fazem fronteira com a Bolívia onde um caso de rubéola foi confirmado, entre eles o Mato Grosso do Sul.

A vacinação, segundo o gerente do Núcleo de Imunização, Edvan Marcelo Marques, precisa ser feita o mais breve possível. “Precisamos que os pais ou responsáveis atendam essa convocação do Ministério da Saúde e se dirijam às unidades básicas de saúde o quanto antes para que as crianças recebam essa dose”, alerta.

De acordo com a CGPNI (Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações), todas as crianças desta faixa etária deverão receber a dose zero da vacina tríplice viral, que não será contabilizada para a vacinação de rotina, devendo-se manter a D1 de tríplice viral para os 12 meses e a Dose de tetraviral (ou D2 de tríplice viral + varicela monovalente) para os 15 meses.

A decisão foi tomada após a notificação de um caso de rubéola registrado na cidade de Trinidad, na Bolívia, onde foram realizados os exames laboratoriais e identificação de contatos para monitoramento. Considerando o alto risco de reintrodução do vírus da rubéola no país, a vacina será aplicada também nos estados do Acre, Mato Grosso e Rondônia. No Brasil, o último caso endêmico de rubéola ocorreu em 2008. Em 2015 o Brasil recebeu da OPAS a declaração de área livre da circulação do vírus da rubéola.

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias