sexta-feira, 21 jun 2024

Em Mato Grosso do Sul, índices de criminalidade tiveram queda nos primeiros 5 meses de Governo

Em Mato Grosso do Sul, índices de criminalidade tiveram queda nos primeiros 5 meses de Governo

09 junho – 2023 | 9:09

Dados da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) mostram redução de todos os crimes em Mato Grosso do Sul nos primeiros cinco meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Todos os 12 tipos criminais monitorados pela pasta apresentaram queda de 1º janeiro a 31 maio de 2023.

As maiores reduções foram registradas nos feminicídios (-50%), roubos seguidos de morte (-40%), roubos de veículos (-22,4%), furtos em residências (-19,3%), furtos de veículos (-17,7%) e roubos em residências (-13,5%).

Registram quedas também os roubos em vias urbanas (-12,8%), os homicídios culposos no trânsito (-8,3%), os furtos em geral (-6,9%) e os homicídios dolosos (-4,8%). Segundo Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, o bom resultado dos primeiros 5 meses de governo resultam da qualidade da estrutura operacional colocada à disposição dos das forças de segurança pública aliada à capacitação e aprimoramento de alto nível dos policiais.

“Esses indicadores falam por si só e mostram que a estratégia, integração das forças de segurança, os investimentos que o Governo do Estado vem fazendo, tanto em pessoal, capacitação e estrutura, bem como o esforço e comprometimento dos operadores de segurança pública, tanto em nível de gestão, como lá na ponta, vem dando certo e impactam não apenas os números, como também a população, que tem a vida e o patrimônio protegidos”, destaca Videira.

Houve expressiva redução da criminalidade também na faixa de fronteira, principalmente nos roubos de veículos (-37,9%), roubos em geral (-17,6%), furtos de veículos (-17,3%), homicídios (-13,3%) e roubos em vias urbanas (-8,1%).

Conforme o diretor do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), coronel Everson Antonio Rozeni, as ações voltadas à repressão ao tráfico, contrabando e crimes contra o patrimônio, contribuíram para a redução da criminalidade na região de fronteira. “Aqui na região de fronteira estamos realizando as operações DOF em Ação pontualmente nas localidades onde identificamos maior número de ocorrências, o que acabou resultando nesses números positivos”, acredita.

Já em Campo Grande, houve queda em 10 dos 12 índices criminais monitorados pela Sejusp. A maior queda foi nos roubos seguidos de morte (-75%), feminicídios (-40%), furtos em residências (-31,2%), furtos de veículos (-22,7%), roubos em vias urbanas (-12%), roubos em geral (-11,3%), furtos em geral (-9,3%) e homicídios culposos no trânsito (-7,1%).

O Delegado-Geral da Polícia Civil, Roberto Gurgel Filho, atribui as quedas aos investimentos na segurança pública. “Os investimentos em material, em pessoal com contratação de novos efetivos, em armamentos, viaturas, tecnologia, inteligência, contribuíram para que as forças entregassem um trabalho maior e melhor em segurança pública que refletem em bons números”, diz.

Nos municípios do interior do Estado foram registradas reduções em 11 dos 12 tipos criminais monitorados pela Sejusp. As maiores quedas foram nos feminicídios (-53,8%), nos roubos de veículos (-36,7%), roubos em geral (-18,5%), roubos em vias urbanas (-15%), roubos em residências (-9,5%), homicídios culposos no trânsito (-8,8%), homicídios dolosos (-8,2%) e furtos de veículos (-7,5%).

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias