Maracaju/MS
26°C
Light Rain
quinta-feira
35°C
21°C
sexta-feira
37°C
21°C
Maracaju/MS
26°C
Light Rain

Em meio ao aumento de casos, 13 municípios pioram grau de risco da Covid

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
19/11/2020
Redação

Em meio ao aumento de casos da Covid-19 em Mato Grosso do Sul, 13 municípios pioraram índices relacionados ao enfrentamento da pandemia e, consequentemente, tiveram piora no grau de risco.

É o que aponta boletim com atualização do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir) foi divulgado nesta quinta-feira (19).

Conforme o boletim, um dado positivo é que não há nenhuma cidade em grau de risco extremo. No boletim anterior, Porto Murtinho estava na bandeira cinza.

Dos 79 municípios do Estado, 40 mantiveram ao grau de ricos, 26 melhoraram e 13 pioraram.

Os municípios que regrediram de bandeira foram: Aral Moreira, Bataguassu, Caracol, Coronel Sapucaia, Figueirão, Guia Lopes da Laguna, Itaporã, Jaraguari, Juti, São Gabriel, Selvíria, Sonora e Três Lagoas.

Campo Grande se mantém na bandeira laranja.

O mapa situacional apresenta 22 municípios na faixa de risco tolerável (bandeira amarela), 45 no risco médio (laranja) e 12 no grau de risco alto (vermelha).

Não há cidades em grau de risco extremo (cinza) nem no baixo (verde).

Secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, mesmo com algumas cidades melhoradas nos indicadores, o aumento de casos dos últimos dias requer atenção redobrada.

“Infelizmente uma pandemia está em elevação, novamente, em Mato Grosso do Sul. Em um único dia, nesta quarta-feira, tivemos 689 novos casos e hoje registramos 575 ”, disse.

Ele reforçou que é preciso maior esforço para cumprimento das medidas preventivas.

“Os gestores municipais precisam seguir à risca as recomendações do Programa e a população evitar aglomerações e adotar como medidas de biossegurança, sob o risco de enfrentarmos uma segunda grande onda de contágio no Estado”, enfatizou.

Para cada classificação, são encaminhadas recomendações aos municípios sobre quais atividades podem ou não ser realizada, mas os prefeitos têm autonomia para a adoção ou não das medidas.

Para gerar a classificação, são considerados indicadores que vão de disponibilidade de leitos de UTI e de testes até se a cidade está na divisão com o estado que tenha aumento de casos, entre outros.

Até esta quinta-feira, Mato Grosso do Sul soma 90,22 casos confirmados de Covid, com 82.273 já recuperados, e 1.705 óbitos desde o início da pandemia.

Classificação de risco

Grau alto – bandeira vermelha 

  • Aral Moreira
  • Bataguassu
  • Bonito
  • Coronel Supucaia
  • Dourados
  • Guia Lopes da Laguna
  • Itaporã
  • Itaquiraí
  • Porto murtinho
  • São Gabriel do Oeste
  • Sonora
  • Três Lagoas

Grau médio – bandeira laranja

  • Alcinópolis
  • Anastácio
  • Antônio João
  • Aparecida do Taboado
  • Aquidauana
  • Bandeirantes
  • Bela Vista
  • Bodoquena
  • Caaarapó
  • Camapuã
  • Campo grande
  • Caracol
  • Chapadão do Sul
  • Corumbá
  • Coxim
  • Eldorado
  • Figueirão
  • Iguatemi
  • Inocência
  • Ivinhema
  • Japorã
  • Jaraguari
  • Juti
  • Ladário
  • Laguna Carapã
  • Maracaju
  • Miranda
  • Mundo novo
  • Naviraí
  • Nova Alvorada do Sul
  • Nova Andradina
  • Paranaíba
  • Paranhos
  • Pedro Gomes
  • Ponta Porã
  • Ribas do Rio Pardo
  • Rio Negro
  • Rio Verde de Mato Grosso
  • Rochedo
  • Santa Rita do Pardo
  • Selvíria
  • Sete Quedas
  • Sidrolândia
  • Terenos
  • Vicentina

Grau tolerável – bandeira amarela

  • Água clara  
  • Amambai
  • Anaurilândia
  • Angélica
  • Bataiporã
  • Brasilândia
  • Cassilândia
  • Corguinho
  • Costa Rica
  • Deodápolis
  • Dois irmãos do buriti
  • Douradina
  • Fátima do Sul
  • Glória de Dourados 

Fonte: Correio do Estado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp