quarta-feira, 17 jul 2024

Em novo mutirão da CNH Social, 390 passam por avaliação psicológica neste sábado

Em novo mutirão da CNH Social, 390 passam por avaliação psicológica neste sábado

25 fevereiro – 2023 | 9:09

Neste sábado (25) das 8h às 16h30 o Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) realiza mais uma etapa do processo para emissão da primeira habilitação por meio do Programa CNH MS Social.

A avaliação psicológica será aplicada para 390 candidatos de Campo Grande, na Central de Exames da Agência Geraldo Garcia, localizada no Pátio Central Shopping, na rua Marechal Rondon, n° 1380, Centro. A avaliação será aplicada conforme horário agendado para cada participante.

A coordenadora do programa, Priscilla Miyahira Borges, pede que os candidatos se apresentem com no mínimo meia hora de antecedência, e tenham em mãos documento de identificação com foto e caneta esferográfica azul ou preta. “O resultado sairá no máximo até terça-feira (28). Estando apto, o candidato será agendado e convocado para a etapa seguinte, do exame médico”.

Outros 217 já estão agendados para o sábado seguinte, dia 4 de março. Os inscritos que queiram consultar seu agendamento podem acessar o site do Detran (https://www.meudetran.ms.gov.br/habilitacao.php) ou ligar no 3368-0100.

Programa

O CNH MS Social vai beneficiar 5 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social com acesso gratuito à primeira habilitação, nas categorias A, B e AB, em todo o Mato Grosso do Sul.

Considerando que o custo médio do processo de retirada de cada CNH tem o custo médio de R$ 3,2 mil, serão investidos cerca de R$ 16 milhões. Todo o processo de habilitação, incluindo gastos com a autoescola (aulas teóricas e práticas) e até o recolhimento das taxas do órgão de trânsito, são custeadas pelo Governo do Estado.

Mireli Obando

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias