quarta-feira, 17 jul 2024

Esfaqueado pela ex não paga pensão e deixou mulher endividada em Campo Grande

Esfaqueado pela ex não paga pensão e deixou mulher endividada em Campo Grande

30 maio – 2023 | 9:09

Mulher que esfaqueou o ex-marido de 34 anos, no fim de semana, contrapôs a versão apresentada pelo pedreiro, que o crime teria sido motivado por não aceitar o fim do relacionamento.

No momento de raiva, durante discussão no bairro São Conrado, em Campo Grande, a mulher golpeou o ex-companheiro nas costas. Segundo ela, a razão: atraso de pensão.

“Não fui atrás dele por não aceitar o fim, fui atrás de dinheiro para o nosso filho. Ele mentiu para alimentar o ego dele”.

Segundo a ex-mulher, o pedreiro a deixou endividada com contas atrasadas e não manda dinheiro suficiente para auxiliar nas despesas do filho.

“Desinformados estão dizendo o que não sabem a meu respeito, julgando sem saber, mas a verdade é quem largou ele fui eu”, afirma.

O caso

Pedreiro foi esfaqueado na madrugada de domingo (28), na Travessa Cariri, no Jardim São Conrado.

Na versão do homem, a ex-mulher foi tirar satisfações sobre o atual relacionamento dele com outra mulher.

Conforme o boletim de ocorrência, a agressora teria ido à casa do ex-companheiro e ele saiu para atender, junto da atual esposa. O ex-casal discutiu e, em dado momento, a suspeita sacou uma faca da cintura e atingiu as costas do pedreiro.

Ele foi levado até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e logo em seguida transferido para a Santa Casa, onde passou por sutura nos cortes e ficou para fazer exames.

Os policiais fizeram rondas na região do crime, mas a suspeita não foi encontrada. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa na Depac Cepol.

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias