Maracaju/MS
22°C
Overcast clouds
sábado
31°C
21°C
domingo
30°C
19°C
Maracaju/MS
22°C
Overcast clouds

Feira livre voltou aos trabalhos na tarde de ontem em Maracaju

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
25/06/2020
Redação

As atividades da feira livre em Maracaju foram retomadas respeitando algumas condições que serão determinantes para que o comércio continue funcionando na praça do bairro BNH às quartas-feiras e no recinto da Feira Central no Bairro Paraguai às sextas-feiras

Após mais de 3 meses com suas atividades suspensas, visando o decreto municipal para o isolamento social em razão do contágio do Coronavírus, as atividades voltam a ter certa normalidade nesta quarta-feira (24), seguindo algumas restrições importantes para manter os casos da doença controlado na cidade:

a) é obrigatório o uso de máscara facial, cirúrgica ou artesanal, por todas as pessoas presentes nos locais de feiras livres;
b) deverá ser respeitado o afastamento mínimo de 10m (dez metros) entre todas as barracas existentes nos locais de feiras livres e 1,5m (um metro e meio) entre todos os
frequentadores, feirantes e consumidores;
c) deverá ser evitado contato físico entre as pessoas nos locais de feiras livres;
d) recomenda-se o não acesso de pessoas de grupo de risco para o COVID-19 (idosos, diabéticos, hipertensos e imunodeprimidos) nos locais de feiras livres;
e) deverão ser disponibilizadas preparações alcoólicas a 70% (setenta por cento) para higienização das mãos, em cada barraca nos locais de feiras livres;
f) deverá ser intensificada a higienização das superfícies das barracas com álcool a 70% (setenta por cento) ou solução de água sanitária a 1% (um por cento), ou outro desinfetante autorizado pelo Ministério da Saúde;
g) fica expressamente proibido o compartilhamento de quaisquer utensílios, em especial, copos, talheres, cuias, bombas, além do consumo compartilhado de bebidas
diversas, tais como chimarrão, tereré, suco, água, etc;
h) não será permitida a permanência de crianças até 12 (doze) anos nos locais de feiras-livres;
i) fica expressamente proibido o fornecimento de bebidas e alimentos para consumo nos locais de feiras livres.

A manutenção das atividades depende do empenho, em tomar os devidos cuidados, evitando exageros, para que novas medidas não sejam tomadas e o comércio seja fechado novamente.

Trata-se de uma cobrança do vereador Robert Ziemann, que esteve cobrando a retomada junto ao secretário do desenvolvimento Edenilson Lopes da Silva (Denis), afim de solicitar estudo para essas finalidades que foram atendidas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp