Maracaju/MS
26°C
Clear sky
Dourados/MS
30°C
Scattered clouds

Governador ativa primeira unidade de regaste e suporte avançado do Corpo de Bombeiros

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
07/04/2021
Redação

Para qualificar e melhorar o atendimento de resgate em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja ativou na tarde desta terça-feira (06) a primeira viatura de Unidade de Resgate e Suporte Avançado (URSA) do Corpo de Bombeiros, em Mato Grosso do Sul.  O investimento é de R$ 867 mil, que somam o veículo e a aparelhagem médica disponível.

A solenidade ocorreu no pátio da Governadoria, com a presença dos secretários estaduais Eduardo Riedel (Infraestrutura), Sérgio Murilo (Governo e Gestão Estratégica), Geraldo Resende (Saúde) e Sérgio de Paula (Gestão Política). “Mais uma estrutura do Corpo de Bombeiros para um suporte de emergência, com profissionais médicos, enfermeiros, que vai funcionar como um hospital de apoio móvel para salvar vidas em acidentes e incêndios”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

O governador explicou que haverá um sistema de plantão com estes profissionais, com 12 médicos, além do restante da equipe. “Esta é a primeira unidade deste modelo entregue, de outras que virão para compor esta estrutura de suporte avançado. Mais um apoio para área de resgate e saúde pública de Mato Grosso do Sul”.

Ainda lembrou que a entrega faz parte de um “sonho realizado”, que foi possível após o último concurso público, onde foram contratados os médicos que irão atuar na unidade. “Equipe treinada, que vai trabalhar no resgaste de vítimas, sendo organizado dentro da estrutura do Corpo de Bombeiros”, acrescentou.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, também elogiou a nova unidade, que vai ajudar a saúde pública do Estado. “Ela vai dispor de todos os equipamentos para atendimento a qualquer acidente com vítimas graves. Acredito que para o futuro teremos uma das melhores estruturas do País no Corpo de Bombeiros, até com possíveis aeronaves para atender no Pantanal, nos nossos rios e atrativos turísticos”.

Atendimento

O serviço vai ter a sua disposição 12 oficiais médicos, 06 bombeiros enfermeiros voluntários e 04 bombeiros condutores para atuar na nova viatura, que será um reforço para os serviços de salvamento e resgate, e assim atender nos primeiros socorros de vítimas de traumas.

Com  equipamentos hospitalares e medicamentos, a unidade terá uma guarnição especial. Desta forma estará preparada para atender qualquer ocorrência, com a possibilidade de iniciar o tratamento das lesões já no local do acidente, até levar a vítima para unidade de saúde.

A sua estrutura ainda comporta equipamentos de salvamento em altura e aquático, com desencarcerador. “Essa conquista se deve ao trabalho árduo dos bombeiros militares precursores que sonharam com esse serviço no passado e lutaram para isso, além de todo investimento de viaturas, tecnologia e pessoal”, destacou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hugo Djan Leite.

Investimento

O investimento é de R$ 867 mil, que inclui a compra do veículo tipo Van Furgão, no valor de R$ 266.750,99, que teve apoio de recursos da bancada federal, assim como mais R$ 600 mil de recursos próprios do governo para compra de equipamentos de monitor cardíaco, laringoscópio adulto/infantil e tubo orotraqueal, que vai permitir a intubação no local do acidente.

A viatura ficará no Quartel Central do Corpo de Bombeiros, na Rua 14 de Julho, em Campo Grande. Um dos objetivos é ajudar a saúde pública local e assim desafogar o sistema de resgate municipal, com estrutura eficiente e moderna para atender nos momentos críticos.

Desta forma Mato Grosso do Sul entra no grupo seletos de estados, junto com Distrito Federal, Rio de Janeiro e Alagoas, que possui a estrutura de resgate avançado dentro do Corpo de Bombeiros Militares.

Leonardo Rocha, Subcom

Fotos: Chico Ribeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp