quinta-feira, 18 jul 2024

Governador vai a Bonito, sobrevoa região atingida por fortes chuvas e garante ações para reestabelecer a normalidade

Governador vai a Bonito, sobrevoa região atingida por fortes chuvas e garante ações para reestabelecer a normalidade

27 fevereiro – 2023 | 8:08

As chuvas intensas que atingiram a região sudoeste de Mato Grosso do Sul recentemente causaram estragos que foram avaliados neste domingo (26) pelo governador Eduardo Riedel, que já às 7h, aproveitando a trégua do tempo, sobrevoou áreas afetadas e decidiu quais as primeiras ações a serem tomadas para reestabelecer a normalidade e se reuniu no município de Bonito com prefeitos de cidades da região.

O trabalho neste domingo começou com um sobrevoo sobre as principais áreas afetadas, onde foi possível precisar os principais pontos de alagamento, que envolvem estradas e pontes. Esse foi o ponto de partida para a definições de ações. O governador foi acompanhado pelos secretários Hélio Peluffo (Infraestrutura), Jaime Verruck (Meio Ambiente e Desenvolvimento) e Eduardo Rocha (Casa Civil).

Riedel após o sobrevoo se reuniu com os prefeitos de Bonito (Josmail Rodrigues), Bela Vista (Reinaldo Piti), Bodoquena (Kazu Horii), Porto Murtinho (Nelson Cintra), Guia Lopes da Laguna (Jair Scapini), Jardim (Clediane Matzenbacker), Nioaque (Valdir Junior) e Miranda (Fábio Florença) para ouvir as demandas de cada município.

“Se é problema dos municípios, é problema do Estado. Vamos atacar de imediato [os problemas] com o reforço de maquinário. Já pedimos as máquinas do Prosolo para atuar diretamente na manutenção das estradas afetadas, como por exemplo a MS-382. Amanhã não será possível pois ainda deve chover, mas no dia seguinte elas estarão em ação”, frisou Eduardo Riedel durante o encontro com os prefeitos, realizado em Bonito.

A avaliação da extensão dos danos olhou prioritariamente para as comunidades que precisarão ser assistidas, como a Baixada Corinthiana, em Bela Vista, caso haja agravamento da situação. Para isso, a Sead (Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos) já foi acionada para fornecer colchões, roupas e alimentos.

“Pedimos para todos os municípios que se organizem e nos passem esses relatórios detalhados, específicos, para darmos essa resposta à população. Temos que nos antecipar para atender quem precisar de nós nesse momento”, cobrou Riedel.

Para o prefeito de Nioaque, Valdir Junior, a ida de Riedel nesse momento demonstra que há a devida atenção aos municípios. “É um governo presente e humano. Hoje, um domingo, 26 de fevereiro, ele está em nossa região ouvindo os prefeitos sobre as demandas que temos para recuperar nossas estradas”, frisa.

Já Josmail Rodrigues, prefeito de Bonito, cidade onde se concentra a maior parte das áreas afetadas pela intensas chuvas no sudoeste do Estado, agradece pelo apoio prestado. “Recebi ontem às quatro da tarde a ligação do governador demonstrando preocupação com a situação. Isso é importante, pois afeta transporte escolar, escoamento. É um governo preocupado com os municípios, mesmo em início de gestão”.

Logística

A previsão é que, havendo trégua das fortes chuvas, os maquinários dos municípios e os oferecidos pelo Estado entrem em ação e em até três semanas as estradas afetadas possam voltar a receber normalmente o fluxo de veículos. Existe a preocupação com a locomoção dos moradores, que usem essas rodovias para rotinas diárias, como questões de saúde, estudos e trabalho – já que é comum esse deslocamento no interior.

Além disso, outra preocupação é econômica, já que tais estradas são essenciais para a logística do escoamento da safra, que se avizinha. “Esse ano a safra vai ser extremamente concentrada, com um movimento intenso de caminhões. Isso vai afunilar a lavoura em um curto período”, explica o governador, completando.

“Será necessário muita capacidade de mobilização para atender essa demanda em um curtíssimo prazo. Vamos precisar mobilizar forças para atender o escoamento, então o Governo veio aqui presencialmente para passar essa mensagem que estamos aqui para auxiliar, e não só olhando à distância da Capital”, destaca.

O apoio com maquinário é um dos pontos da ação conjunta para atender o sudoeste sul-mato-grossense, já que existem outras questões, como o fornecimento de óleo diesel para essas máquinas, além de trabalhadores para operarem as mesmas, discutidas entre prefeitos e o governador Eduardo Riedel nesta manhã de domingo.

Investimentos

Além das questões relacionadas ao atendimento emergencial à região, os prefeitos dali discutiram brevemente com o governador e os secretários presentes situações envolvendo a fortalecimento da infraestrutura local e até a Rota Bioceânica.

“Temos hoje R$ 3,5 bilhões investidos em obras que estão em andamento pelo Estado. Certamente teremos oportunidade até o meio do ano para sentar novamente e com calma orientar todos esses investimentos”, comenta o governador.

Chuvas intensas

Entre janeiro e fevereiro, a região sudoeste, mais especificamente nas proximidades de Bonito, registrou 600 milímetros de chuva, o que para o prefeito de Bonito, Josmail Rodrigues, gera um “impacto fulminante”. Na decorrida semana, praticamente em um dia, a chuva acumulou cerca de 300 milímetros, culminando em estragos.

“O solo já está saturado, então mesmo que agora haja um volume menor de chuva, essa quantidade já causa estrago maior. Por isso fiz questão de vir pessoalmente ver a situação, ouvir os relatos dos prefeitos, que são específicas de cada cidade, para atender as comunidades, saber quais são ameaçadas de ficarem ilhadas, desabrigadas”, afirmou o governador Eduardo Riedel.

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias