Governo Federal vai ressarcir os R$ 5,7 milhões investidos pelo Governo do Estado no Sul Fronteira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
09/12/2017
Redação

Campo Grande (MS) – O governador Reinaldo Azambuja foi comunicado nesta sexta-feira (8.12) pelo senador Waldemir Moka, que na próxima semana deverá estar na conta do Tesouro Estadual os R$ 5,7 milhões investidos pelo governo estadual na pavimentação de trecho da rodovia Sul Fronteira. Além disso, a União vai liberar mais R$ 5 milhões de emendas parlamentares para aquisição de equipamentos para atender os pequenos agricultores.

“É o ressarcimento do que o Governo do Estado já gastou para concluir o asfaltamento do trecho do Sul Fronteira que faltava até Aral Moreira. Na época o governador Reinaldo Azambuja aceitou aplicar recursos do Estado e da contrapartida, para que o projeto não fosse prejudicado, e para isso o Governo Federal se comprometeu a fazer o ressarcimento”, afirmou o senador. O projeto da rodovia Sul Fronteira prevê a pavimentação asfáltica da MS-165 de Sanga Puitã (Ponta Porã) a Mundo Novo, na divisa com o Paraná, com recursos da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

Ocorre que muitos meses depois de concluído o asfaltamento desse trecho da rodovia Sul Fronteira (MS-165) até Aral Moreira, o Governo Federal não ressarciu Mato Grosso do Sul e há pouco mais de um mês o governador Reinaldo Azambuja pediu para que o senador Moka articulasse pessoalmente, junto com a bancada federal do Estado, a liberação desses R$ 5,7 milhões. O parlamentar comunicou ao governador também a liberação de R$ 5 milhões de emendas parlamentares para a compra de equipamentos pela Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), para atender aos pequenos agricultores.

“A ação da bancada federal de Mato Grosso do Sul tem garantido bons resultados durante todo esse período. Esses R$ 10 milhões são mais uma conquista que vem beneficiar não o Governo do Estado, mas a nossa população. E quero destacar o empenho de toda a nossa bancada, em especial o senador Moka que coordenou essa articulação”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

O governador destacou que, embora o senador Moka tenha desempenhado papel fundamental na condução dessa negociação junto ao Governo Federal, a liberação desses recursos é resultado do esforço conjunto da bancada federal de Mato Grosso do Sul. “Quem ganha com isso não é o governo, mas a população. A ação do senador Moka deve ser reconhecida, mas é preciso também reconhecer o trabalho dos nossos 8 deputados federais e dos outros dois senadores”, pontuou Reinaldo Azambuja.

“O governador pediu para mim cuidar pessoalmente da negociação para o ressarcimento do que foi gasto com o Sul Fronteira, mas isso é resultado do esforço coletivo de toda a nossa bancada federal. Todo mundo se ajuda quando é para o bem do nosso Estado”, declarou o senador.

Paulo Yafusso, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Foto: Divulgação

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp