Governo repassa R$ 899 mil para proteção da arara-azul e do tamanduá-bandeira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
27/10/2022
Redação

Em mais uma ação de conservação do meio ambiente, o Governo do Estado firmou, nesta quinta-feira (27), parceria com institutos que trabalham com a proteção de duas importantes espécies de animais do Pantanal de Mato Grosso do Sul: a arara-azul e o tamanduá-bandeira.

Por meio de termos de colaboração assinados pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo secretário Jaime Verruck (Meio Ambiente), os institutos Arara-Azul (IAA) e de Pesquisa e Conservação de Tamanduás no Brasil (IPCTB) vão receber R$ 899 mil para aplicar em ações de conservação dos animais.

“É um gesto que faz a diferença na luta que esses institutos têm de preservação e manutenção das espécies. Se a gente não cuidar, vai acabar”, disse o governador Reinaldo Azambuja.

“Tenho 32 anos de Pantanal e é a primeira vez que me sento com um governador para receber recurso público”, pontuou Neiva Guedes, presidente do IAA. “É uma oportunidade muito importante para continuar nosso trabalho”, completou o vice-presidente do IPCTB, Alexandre Costa.

Arara-azul

Com a parceria, o IAA vai receber R$ 499.531,00 para investir em ações de pesquisa, turismo e produção de artesanato, com vistas à conservação da arara-azul-grande na natureza.

Com o recurso serão adquiridos computadores, uma câmera fotográfica e uma caminhonete adaptada para turismo de observação. Também será contratada uma consultoria para aprimoramento de atividades turísticas e capacitação em oficinas de artesanato e comprada uma carga de 10 mil quilos de argila para confecção das peças.

Tamanduá bandeira

Outros R$ 400 mil de recursos do Estado serão repassados ao IPCTB para a criação de um protocolo de manejo de tamanduás-bandeira, que preveja a reabilitação de animais feridos e órfãos que passaram por cuidados em cativeiro. O dinheiro ainda será utilizado na identificação de potenciais áreas para solturas e reabilitação; na criação e distribuição mil cartilhas de educação ambiental sobre o Pantanal e sua fauna para distribuição nas escolas de rede pública e em pousadas e agências de ecoturismo; e na realização de cursos de capacitação para professores de Ciências das redes de ensino regular.

Ambas as instituições beneficiadas tiveram suas propostas selecionadas por meio de chamamentos públicos do Governo do Estado, publicados em agosto deste ano.

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp