sábado, 25 maio 2024

Inauguração de obra dá início à implantação da infovia digital no Estado

Inauguração de obra dá início à implantação da infovia digital no Estado

03 março – 2023 | 16:16

A construção do Centro de Operações de Rede (COR), localizado na Capital, marca o início da implantação da infovia digital em Mato Grosso do Sul. Os trabalhos já estão em andamento e a entrega está prevista para final de julho. O espaço controlará toda a infraestrutura da Infovia a partir do Parque dos Poderes.

O Centro de Operações é o ponto em que todo o tráfego de dados de rede irá convergir. Ela permitirá a gestão de dados centralizada e integrada, garantindo segurança e confiabilidade, controle da capacidade de tráfego entre as unidades administrativas e modularidade para futuras expansões, conforme aumento de demanda.

Lá serão organizadas as eventuais soluções de eventuais incidentes da Infovia Digital, assim como integração dos diversos serviços agregados à rede (como os ramais IP, as praças públicas digitais e câmeras OCR, bem como outros serviços a serem posteriormente contratados) e o planejamento para implementação de políticas preventivas.

Secretários Pedro Caravina, Flávio Cesar e Eliane Detoni assinam termo aditivo

Gestão do contrato

Na quinta-feira (2) foi assinado um termo aditivo ao contrato de concessão do projeto. O documento altera o intermediário da gestão do contrato, que agora passa a ser da Segov (Secretaria Estadual de Governo). Antes era feito pela Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda).

O contrato da Infovia Digital é uma Parceria Público-Privada entre o Governo do Estado e o consórcio chileno Sonda. Atuante nos Estados Unidos e em países da América do Sul, o grupo venceu a licitação promovida pelo Governo do Estado e investirá R$ 887 milhões, sendo R$ 306 milhões para a implantação da Infovia e R$ 581 milhões para manutenção e operação do projeto.

Assinatura de termo aditivo que muda a gestão do projeto das Infovias

Eliane Detoni, secretária especial do Escritório de Parcerias Estratégicas, explicou o ato de assinatura que ocorreu na quinta-feira.

“É um ajuste necessário para atender normas de natureza contábil-orçamentária que exigem maior transparência das despesas das unidades a serem beneficiadas. É necessário também para o sistema de garantias públicas dos contratos de parcerias no Estado. Em decorrência disso, os principais ajustes abrangem a inclusão, como intervenientes contratuais na parceria público-privada, das Secretarias de Estado de Educação e de Saúde”.

Ela destacou que os principais ajustes abrangem esta inclusão, bem como, a revisão de procedimentos para pagamento de contraprestações públicas. “Em relação a esse último aspecto, é importante destacar que as contraprestações públicas serão devidas apenas a partir da entrega da infraestrutura da rede e da efetiva disponibilização dos serviços ao Governo do Estado”, completou.

O secretário de Governo e Gestão Estratégica, Pedro Caravina, destacou a importância da Infovia Digital nesse novo momento vivido pelo Governo do Estado. “A infovia ganha uma importância fundamental dentro dos nossos eixos do estado: próspero, inclusivo, verde e digital. Quando a gente fala de um governo digital o básico dele é o acesso à internet mais rápida e melhor estrutura de redes. A importância é ainda maior e a prova disso é a criação da Secretaria Executiva de Transformação Digital. Esse é o motivo de estar saindo da Sefaz e vindo para a Segov”.

A Infovia em números

Além da construção do Centro de Operações em Campo Grande, o contrato prevê instalação de 7 mil quilômetros de rede de fibra ótica, que vão interligar 1.634 pontos de acesso do Governo do Estado, 15 mil ramais VOIP, wi-fi público em 129 praças públicas e câmeras de monitoramento.

O avanço digital engloba vários serviços, como o de telefonia. Todo o sistema do Governo será substituído por ramais VOIP, com conexão de fibra ótica. A proposta deve reduzir os custos com telefonia clássica do Estado, solução mais moderna e que possibilita integração com outras ferramentas dentro dessa rede.

Em todos os municípios serão implantadas – ao menos em uma praça pública – serviço de wi-fi com acesso gratuito disponível para a população. Nessas mesmas praças serão conectadas câmeras de monitoramento remoto, auxiliando os serviços de segurança pública e socorro.

Na Capital serão seis posições de monitoramento e uma sala de crise, ao lado do COR, com toda estrutura de conexão das câmeras centralizada. Ferramentas que irão contribuir diretamente com a segurança pública do Estado.

Do projeto à concessão

A implantação da Infovia Digital, que levará fibra óptica de alta capacidade para os equipamentos das unidades públicas estaduais dos 79 municípios, deverá estar totalmente concluída até julho de 2024. O Governo do Estado pagará R$ 2,29 milhões por mês a partir desse prazo para o grupo operar a Infovia Digital, em um contrato de 30 anos.

Reportagem: Laine Breda
Fotos: Edemir Rodrigues

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias