quarta-feira, 17 jul 2024

Jornalista é perseguido e espancado na frente dos filhos e acusa PMs do MS

Jornalista é perseguido e espancado na frente dos filhos e acusa PMs do MS

05 junho – 2023 | 12:12

Um jornalista, foi perseguido pelas ruas e espancado por quatro homens, na manhã da última sexta-feira (2), em Nova Andradina. Ele lamentou ter sido surrado na frente dos filhos e apontou os suspeitos como policiais militares.

Conforme o boletim de ocorrência, Sandro de Almeida Araújo, 46 anos, conta que havia acabado de sair do serviço e iria para casa. Ele percebeu que dois veículos – uma caminhonete Triton e um Sandero – com dois ocupantes cada, o perseguiu insistentemente.

Na sequência, diz o registro, a vítima parou o carro em frente de casa, no bairro Universitário, onde acreditou estar mais seguro. No entanto, os quatro suspeitos desceram e o dominaram, iniciando uma sessão de espancamento.

O jornalista, segue o documento, foi humilhado e sofreu abuso de autoridade. Os supostos militares não estavam fardados e não se apresentaram como agentes da lei.

Conforme gravação de uma câmera de segurança, é possível ver que o profissional da comunicação toma um golpe ”mata-leão” e é derrubado. Mesmo sem ordem judicial, diz a vítima, os homens procederam uma busca e apreensão no veículo dele.

Araújo contou à Polícia Civil ter descoberto que um dos policiais envolvidos sequer estava de plantão no momento do crime. Ele narrou também que os agressores acharam que era ele que estava soltando fogos e estendendo faixas para celebrar a transferência do comandante da PM na cidade.

Sandro negou que foi ele, mas citou que se fosse não se trataria de um crime. A surra tomada, diz o jornalista, seria para obriga-lo a confessar que foi ele quem comemorou a transferência da autoridade.

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias