Maracaju/MS
21°C
Clear sky
Dourados/MS
21°C
Clear sky

Lilian lutou bravamente, mas não resistiu a intubação e morreu sem conhecer o filho em MS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
26/04/2021
Redação
Lilian teve covid, precisou ter parto de emergência, foi intubada e não resistiu; pequeno Arthur segue no hospital

Apesar de lutar bravamente pela vida, a auxiliar de dentista Lilian Gonçalves de Souza, 35 anos, não resistiu aos efeitos da covid e morreu na noite deste sábado (24), em Campo Grande.

Por causa da covid-19, ela teve o parto antecipado aos 7 meses de gestação e não conseguiu ver o nascimento do filho, no dia 1° de abril, já que precisou ficar intubada.

No início da semana, ela enfrentou um dos grandes problemas no sistema de saúde: a falta de medicamentos para tratar de uma infecção pulmonar.

A mulher precisou do medicamento Polimixina B 40, no qual ela tomaria 4 ampolas por 10 dias consecutivos para ajudar no tratamento.

O bebê está bem e não contraiu a covid-19, segundo o pai Jayson Gonçalves de Freitas,  33 anos.

O TopMídiaNews lamenta e presta condolências à família.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp