Mais de 1,9 mil vagas em cursos profissionalizantes serão ofertadas a custodiados da Agepen

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
10/03/2022
Redação

Com foco na reinserção social através da capacitação profissional, a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) tem garantido a execução de cursos de qualificação em todas as unidades prisionais de Mato Grosso do Sul.

Para este ano, já estão programadas, inicialmente, 1.965 vagas em cursos profissionalizantes para reeducandos do Estado, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Programa de Capacitação Profissional e Implementação de Oficinas Permanentes (Procap), e de parcerias estabelecidas pela agência penitenciária.

As qualificações são voltadas a atenderem as demandas do mercado do trabalho, facilitando a recolocação quando estiverem em liberdade, o que pode refletir diretamente na não-reincidência criminal.

Os cursos são nas áreas de marcenaria; panificação; serralheria; serigrafia; processamento de polpas de frutas; manicure e pedicure; barbeiro; eletricista; instalador predial de baixa tensão; corte e costura; operador de supermercados; maquiador; pintor de obras imobiliárias; entre outros.

O oferecimento de cursos profissionalizantes é uma iniciativa constante da Agepen, segundo o diretor-presidente, Aud de Oliveira Chaves. Dados da instituição apontam que, somente em 2020, mais de 4,2 mil apenados concluíram capacitação profissional em unidades penais do estado.

Conforme o dirigente, além dos programas oficiais de capacitação, a agência penitenciária possui parcerias importantes que reforçam este oferecimento de ensino profissional à massa carcerária de Mato Grosso do Sul. Entre as instituições parceiras, de acordo com o relatório da Divisão de Assistência Educacional, estão o Centro de Produções Técnicas, Fundação Social do Trabalho de Campo Grande (Funsat), Fundação de Cultura, Instituto Ação pela Paz, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) e Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), além de órgãos ligados à execução penal, como o Poder Judiciário e Ministério Público.

Keila Oliveira, Agepen

Fotos: Divulgação

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this