Mas, afinal, os meteorologistas erram a previsão do tempo?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
30/07/2018
Redação
É preciso saber interpretar os relatórios meteorológicos: “possibilidade de chuva” não significa que vai realmente chover (Foto: Henrique Kawaminami | Midiamax)

Chove ou não chove? Faz calor ou frio? E o tempo seco, quando melhora? Estas são as perguntas básicas que alimentam qualquer conversa de elevador ou fila de banco. As respostas cabem aos meteorologistas, que diariamente fornecem informações, dados e relatórios.

Porém, é muito comum que os dados informados como “possibilidades” sejam interpretados como “confirmados”. Com isso, a frustração da população é certa, ainda mais quando se padece em uma seca de mais de dois meses.

Neste inverno, a simples sinalização de que um “chuvisco” poderia cair sobre o Estado há alguns dias causou frustração quando, de fato, a precipitação acabou não ocorrendo. A frente fria prevista até chegou, mas não com os efeitos que as pessoas esperavam. Nos comentários das redes sociais, acabou sobrando para os cientistas que fazem as previsões.

Fonte: Jornal Mídia Max

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp