segunda-feira, 17 jun 2024

Menino de 5 Anos Morre Após Picada de Escorpião
Geral

Menino de 5 Anos Morre Após Picada de Escorpião

Redação
22 agosto – 2023 | 18:18
yetro Gabriel Arguelho faleceu nesta terça-feira (22) — Foto: Reprodução

Pyetro Gabriel Arguelho foi picado pelo animal que estava escondido em seu calçado; o incidente acende um alerta sobre os crescentes casos de picadas de escorpião no estado.

Em um trágico incidente em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, um menino de apenas 5 anos, Pyetro Gabriel Arguelho, faleceu na terça-feira (22), uma semana após ser picado por um escorpião escondido em seu calçado.

Pyetro estava se preparando para ir à escola no município de Ribas do Rio Pardo no dia 15 de agosto, quando foi picado pelo escorpião. De acordo com o pai da criança, Max Jonatham, o menino era saudável e não apresentava outras condições de saúde que pudessem ter contribuído para o resultado fatal.

Após a picada, Pyetro foi prontamente atendido no Hospital Municipal de Ribas do Rio Pardo, onde recebeu soro antiescorpiônico. Infelizmente, seu estado de saúde piorou, e ele teve que ser transferido para o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, onde veio a óbito.

A família aguarda os resultados dos exames que irão determinar as causas oficiais da morte. O médico responsável pelo atendimento de Pyetro observou que a toxina do veneno era muito forte, e a idade da criança pode ter contribuído para uma reação intensa ao veneno.

O incidente ocorre em um contexto preocupante de picadas de escorpião em Mato Grosso do Sul. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), entre janeiro e junho de 2023, foram registrados 2.234 casos de picadas no estado, 673 deles em Campo Grande. O Centro Integrado de Vigilância Toxicológica (Civitox) atendeu 75 casos por meio de ligação telefônica apenas neste ano.

A morte de Pyetro Gabriel Arguelho serve como um sombrio lembrete dos perigos que os escorpiões representam, especialmente para as crianças. Também enfatiza a importância da educação pública e das medidas preventivas para minimizar o risco desses encontros trágicos com a fauna venenosa local.

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias