Maracaju/MS
21°C
Clear sky
Dourados/MS
21°C
Clear sky

“Mínimo de dignidade que é ter comida na mesa”, diz Riedel sobre o Mais Social

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
26/04/2021
Redação
Secretário também falou sobre a obra que está sendo executada em Corumbá e sobre o Aquário do Pantanal

Na manhã desta segunda-feira (26), o secretário de Estado de Infraestrutura, Eduardo Riedel falou, em entrevista à rádio Educativa FM, sobre o novo desafio de estar no comando da Seinfra (Secretaria de Infraestrutura). “É um desafio enorme, mas que assumo com muita tranquilidade. Não é simples, mas estamos otimistas”, disse Riedel.

O secretário falou sobre a obra que está sendo executada em Corumbá, que deve ligar os dois pantanais com a realização de 54 km de cascalhamento que liga a MS-423 a Ponte do Taquari. Trecho ligará o Pantanal do Paiaguás ao Pantanal da Nhecolândia. Ele também falou sobre o aquário do pantanal, em que afirma que a obra está em andamento e deve ser entregue até o próximo ano.

“Um terço de MS é Pantanal, um bioma único, mas não podemos olhar como uma vitrine, precisa lembrar que existem pessoas. [Pantanal] precisa de atenção socioambiental e econômica. Vamos unir dois eixos, pecuária pantaneira e turismo”, explanou sobre a obra de Corumbá.

“Assumimos essa missão, ainda não foi terminada pela complexidade da obra. Em 2015 tivemos um programa para conclusão de 214 obras, entre elas, só o Aquário não foi finalizada, pela complexidade mesmo. Mas nós vamos terminar, são muitos recursos vindo da população sul-mato-grossense que não serão em vão. 12 licitações estão em andamento e sete já concluídas”, afirmou Riedel.

Além disso, Eduardo Riedel falou sobre o programa do governo ‘Mais Social’. “Estamos passando por uma situação muito difícil, então pensamos no Mais Social, para que as pessoas em condição precária tenham o mínimo de dignidade que é ter comida na mesa”, pontuou.

“O valor não é grande, mas é para atingir um número maior de famílias que estão passando necessidade devido à pandemia. E o valor do recurso só é possível porque o Estado fez o ‘dever de casa’ e está com as condições fiscais adequadas”, completou.

Secretário da Seinfra também pontuou que MS está se recuperando na economia, em que fevereiro e março deste ano já somaram mais de 10 mil novos empregados. “E esse é o melhor programa social: o emprego. Vamos continuar ajudando até a economia se restabelecer. O ‘Mais Social’ vai permitir que a fragilidade não se instale nessas pessoas”, concluiu.

 

Fonte: JD1notícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp