quinta-feira, 18 jul 2024

Moderno e equipado, Prefeitura de Maracaju entrega obra do Centro Cultural Professor Moacir Feitosa Araújo
Maracaju

Moderno e equipado, Prefeitura de Maracaju entrega obra do Centro Cultural Professor Moacir Feitosa Araújo

Por: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Maracaju
02 julho – 2024 | 9:09

Na noite da última sexta-feira 28-06, ainda dentro da programação dos 100 anos de Maracaju, foi dado fim a uma espera de mais de 11 anos, afinal a Prefeitura de Maracaju por meio da Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo e Secretaria Municipal de Cultura, entregou para a comunidade maracajuense o Centro Cultural Professor Moacir Feitosa Araújo.

A moderna obra, conta com uma estrutura totalmente equipada, tendo sua área técnica especialmente planejada para acomodar os equipamentos necessários para apresentações com a mais alta qualidade, como shows, concertos e espetáculos, proporcionando um suporte técnico de última geração.

Os novos camarins, tanto masculino, quanto feminino, foram cuidadosamente projetados para oferecer conforto e privacidade aos artistas, com banheiros bem iluminados e funcionais.

Os acessos ao auditório foram aprimorados para facilitar a entrada e saída do público e para o conforto de todos, todos os ambientes de convívio do Centro Cultural são climatizados.

Com capacidade para um público de 220 expectadores, o Centro Cultural conta com poltronas novas e confortáveis, incluindo um quantitativo de assentos adaptados, além de um sistema de sonorização e iluminação modernos.

Histórico da Obra

Desde que assumiu e para a entrega da emblemática obra, vários imbróglios tiveram que ser sanados pelo município, ainda em 2021 o Prefeito de Maracaju, reuniu-se com o Secretário de Obras, Conselho da Cidade e Câmara de Vereadores, debatendo a situação do prédio, ocasião em que foi demonstrada a inviabilidade de dar seguimento aos projetos anteriormente contratados, onde se sugeriu a rescisão do Contrato de Repasse com a Caixa Econômica e a devolução dos recursos até então, justamente pelas falhas de projetos e de gestão, anteriormente encontrados.

Em 2022, a instituição financeira aprovou a Prestação de Contas Final realizada pela Assessoria Institucional e de Projetos da Secretaria de Governo, na época em transição de comando do então Secretário Frederico Felini para Cléo Wosniak.

Após reuniões com a Secretaria de Cultura e demais envolvidos, foram elencadas prioridades, necessidades, anseios e desenvolver um novo projeto, adequado, inovador e completo, tudo de acordo com que a classe artística e a comunidade maracajuense merece.

Em abril de 2023, após procedimento licitatório realizado pela equipe da Secretaria Municipal de Fazenda, sob o comando do Secretário, André Hadlich, foi assinado novo contrato para a realização da obra reformulada.

Sobre o Centro Cultural Professor Moacir Feitosa Araújo.

O Centro Cultural Professor Moacir Feitosa Araújo, agora revitalizado, se torna um espaço projetado para transformar a experiência cultural de nossa comunidade.

Com instalações totalmente renovadas, agora oferece-se aos visitantes e artistas um ambiente acolhedor e funcional. Incluiu-se novos banheiros coletivos, masculino, feminino e adaptado, garantindo conforto e acessibilidade para todos. Além disso, criou-se um novo saguão amplo e convidativo, perfeito para receber visitantes e facilitar o acesso aos diversos espaços do centro.

Após 11 anos do início de sua reforma, do contrato anterior rescindido e com a reformulação do projeto e investimento de R$ 4.217.091,13 (Quatro milhões, duzentos e dezessete mil, noventa e um reais e treze centavos) de recursos próprios, bastou 1 ano e 2 meses de trabalhos para a conclusão da obra, objetivando-se que a cultura e a arte encontrem-se em um espaço dedicado ao enriquecimento da comunidade.

Autoridades presentes

A entrega do Centro Cultural Professor Moacir Feitosa Araújo, contou com a presença do Prefeito de Maracaju, Marcos Calderan, Primeira-Dama, Meire Calderan, Vice-Prefeito, Mauro Christianini e sua esposa, Johanna Christianini, além do Secretário Municipal de Cultura, Rafael Fernandes Jara, Secretário Municipal de Esportes, Erlei Pires Dias, Secretária Municipal de Saúde, Rubya Machado Mendonça, Secretário Municipal de Obras e Urbanismo, Joaquim Herrera, Secretária Municipal de Administração, Paula de Souza Brites, Secretária Municipal de Educação, Carolina Souza, Secretária Municipal de Assistência Social, Leiza Karen Barbosa, Secretária Municipal de Governo, Cléo Wosniak, Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Agadir Mossmann, Procurador Jurídico, Dr. Robson Coradini, Chefe de Gabinete, Dayani Barbosa, Presidente da Câmara, Robert Ziemann, Vereadores, Catito, Joãozinho Rocha, Nego do Povo, Joãozinho Rocha, Nenê da Vista Alegre, Gustavo Duó, Vilmar da Era do Gelo, Oseias Enfermeiro e Rener Barbosa, Presidente da ASSEMA, Luiz Cândido, Ana Cristina Trindade Cunha (Representando o Simtrema), Eliane Ferronato (Representando a UEMS), Giovana Corrêa (Representando o Governo do Estado), Presidente do Sindicato Rural de Maracaju, Marco Antônio Marcondes, Presidente da UMAM, Professor Lotti, Coordenador Regional do Governo do Estado, Cecílio Amarila Neto, Diretora Presidente da AGEHAB, Maria do Carmo Avesani Lopes, Defensora Pública, Dra. Pollyana Siqueira de Oliveira, Juiz de Direito, Dr. Marco Antônio Montagnana de Morais, Reinaldo e Juliana (Patrões do CTG), Francisco Moacir Feitosa Araújo Júnior, Dr. Marcos Pereira Araújo e Domingos Sávio Araújo, familiares do homenageado do prédio, além de servidores públicos, comerciantes, empresários e a comunidade em geral.

Sobre o homenageado

Francisco Moaciar Feitosa Araújo, também conhecido como Professor Chiquinho, nasceu em 21 de setembro de 1931, na cidade de Brejo Santo–CE, região denominada de Cariri, local onde passou os primeiros anos de sua vida até a juventude, quando se mudou para a cidade de Tupã–SP no ano de 1951 em razão do falecimento de seus pais na mesma época.

Iniciou suas atividades profissionais em São Paulo como comerciário no período de 1952 a 1970, se formou em Técnico em Contabilidade e, posteriormente, ingressou no Curso de Pedagogia no ano de 1972, concluindo em 1974, seguindo os cursos de Administração Escolar e outros cursos e pós-graduações.

Ainda em 1970, ingressou no serviço público estadual em São Paulo e saiu em 1976, quando resolveu se mudar para a cidade de Maracaju em 1976.

Em Maracaju, iniciou os seus trabalhos junto à educação, lecionando na Escola Estadual Padre Constantino de Monte, no período de 1976 a 1980, tendo em vista sua ascensão profissional para Especialista em Educação. Desenvolveu atividades como Diretor da Escola João Pedro Fernandes no período de 1981 a 1983, reassumindo o cargo de Especialista em Educação até a data de 17-08-1995, quando foi deferida sua aposentadoria voluntária.

Contribuiu ainda de várias formas em Maracaju, além de suas contribuições na área educacional, contribuiu para a fundação do Simtrema – Sindicato dos Trabalhadores em Educação, sendo presidente do sindicato no período de 1994/1995.

Também foi co-fundador da APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, na criação da Associação Comercial de Maracaju, na época denominada de ACAPIM, tendo desempenhado relevantes serviços na função de secretário-geral, bem como no SPC – Serviço de Proteção ao Crédito.

Contribuiu também com o Sindicato Rural de Maracaju, desempenhando suas funções como Secretário Executivo, proporcionando serviços diversos aos associados.

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias