MS tem a 5ª maior taxa de crescimento de empregos no ano

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
06/06/2022
Redação

Impulsionado pelo setor de serviços, Mato Grosso do Sul permanece sendo destaque positivo na geração de empregos com carteira assinada, conforme dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta segunda-feira (6) pelo Ministério do Trabalho e da Previdência Social.

Em abril, o Estado criou 2.586 novas vagas no mercado de trabalho formal (com 29.060 admissões e 26.474 desligamentos). Com esse resultado, a Unidade da Federação acumula mais de 19.068 novas vagas no mercado de trabalho formal no quadrimestre. O aumento de 3,39% em relação ao estoque de empregos do mês de dezembro de 2021 coloca Mato Grosso do Sul em 5º lugar em termos de crescimento percentual no ano de 2022, atrás apenas de Amapá (4,31%), Goiás (3,74%), Roraima (3,52%) e Mato Grosso (3,48%).

Para o governador Reinaldo Azambuja, a geração de empregos é resultado de políticas públicas e do desenvolvimento do Estado. “Esses números mostram a transformação de Mato Grosso do Sul e a confiança de quem quer investir aqui. Fizemos o dever de casa, as reformas necessárias e hoje Mato Grosso do Sul é um estado equilibrado financeiramente, capaz de cumprir obrigações, com o pagamento de salários do funcionalismo em dia e fazendo investimentos. Quem investe aqui tem segurança jurídica. Temos uma das melhores políticas de incentivos fiscais, abrindo uma janela de oportunidades, gerando empregos, renda e promovendo o desenvolvimento social”, explicou o governador Reinaldo Azambuja. 

Com exceção do industrial, que teve queda de 335 vagas, todos os setores tiveram saldo positivo no mês de abril em Mato Grosso do Sul. O melhor resultado ficou por conta da área de Serviços, com 1.038 empregos criados, seguido por Comércio (659), Agricultura (652) e Construção (572).

Entre os municípios sul-mato-grossenses com melhor saldo de empregos estão Campo Grande (552), Três Lagoas (453), Ribas do Rio Pardo (354), Nova Alvorada do Sul (304), Vicentina (241), Caarapó (230), Costa Rica (116), Ivinhema (111) e Nova Andradina (117). No mês, o Brasil gerou 196,9 mil empregos formais.

No acumulado de 12 meses (de maio de 2021 a abril de 2022), Mato Grosso do Sul gerou 37.808 empregos com carteira assinada. E para impulsionar ainda mais as contratações, até sexta-feira (10), a Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) realiza o Feirão Digital de Empregos por meio do aplicativo “MS Contrata+”, disponível para IOS e Android.

Confira aqui um resumo feito pela Funtrab sobre a geração de empregos em MS

Paulo Fernandes, Subcom

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this