Maracaju/MS
21°C
Clear sky
Dourados/MS
21°C
Clear sky

Na fronteira, secretário de Saúde é preso por furtar vacinas da Covid-19 e aplicar em familiares

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
22/04/2021
Redação
Agentes da Felcc durante prisão de suspeito - Reprodução/Clave 300

Denilson Junior Colombo Sanchez, secretário da Rede de Saúde German Busch, em Porto Suarez, na Bolívia, foi preso pela Felcc (Força Especial de Luta Contra do Crime) do país vizinho, após furtar oito doses da vacina contra a Covid-19 fabricada pela Sinopharm, para aplicar em familiares. O município fica na fronteira com o Brasil, a cerca de 21 quilômetros de Corumbá.

De acordo com Edwdin Durán Quiroga, diretor da Felcc, uma supervisora da rede encaminhou a denúncia no domingo, informando ter recebido um telefonema pelo qual uma testemunha informava sobre o furto. Ao todo, haviam sido subtraídas 15 unidades de vacinas, contudo, sete foram devolvidas em seguida.

As autoridades instauraram inquérito policial para apurar o ocorrido e chegaram a Denilson, o principal suspeito. Ele chegou a confirmar aos policiais que havia vacinado familiares, porém, diante do Ministério Público, decidiu ficar em silêncio. Ele responde por crime contra a saúde pública.

“Não é descartado que outras autoridades possam ter sido imunizadas com vacinas furtadas da Rede de Saúde”, destacou Durán ao jornal boliviano Clave 300. O veículo de imprensa diz ainda que, apesar de as autoridades terem conhecimento do furto de doses, apenas a Felcc tomou providências.

Fonte: Midiamax

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp