sexta-feira, 21 jun 2024

Nos 50 anos da coleção Vaga-Lume, Biblioteca Isaías Paim faz exposição de livros da série

Nos 50 anos da coleção Vaga-Lume, Biblioteca Isaías Paim faz exposição de livros da série

29 março – 2023 | 7:07

O saguão de entrada do Memorial Apolônio de Carvalho tem um cantinho reservado para a nostalgia. A Biblioteca Isaías Paim está com exposição dos livros da coleção Vaga-Lume, que completa 50 anos em 2023.

Cinco décadas atrás, nascia a coleção que fez o público infanto-juvenil descobrir o amor pela leitura. Em 1973, a Editora Ática lançava o primeiro livro que faria parte da Vaga-Lume, “A Ilha Perdida”, escrito por Maria José Dupré, que logo se tornou um clássico.

Aparecido Toledo Melchiades, coordenador da Biblioteca

Coordenador da Biblioteca Isaías Paim, Aparecido Toledo Melchiades fez questão de deixar a série exposta até porque quem é que não se recorda da capa tão característica da Vaga-Lume?

“As pessoas vão passando e olhando, porque a capa é nostálgica e ela atrai. Com a exposição estamos fazendo esse resgate de lembrar de quando líamos a Vaga-Lume, e isso nos faz voltar a ler. Um livro puxa outro, você leva um pra ler, fica empolgado, e se pergunta: ‘será que tem um livro parecido com este no estilo?’ Uma coisa puxa a outra”, descreve.

E foi exatamente assim que a leitura conquistou o jornalista Lucas Arruda. Além das histórias, ao falar da série é a imagem da capa de “O Escaravelho do diabo” que lhe vem logo à memória.

“Me marcou muito, foi o primeiro livro que li na vida, aos 9 aninhos. A partir daí me encantei por romances policiais, estilo literário que gosto até hoje. Li vários da coleção Vaga-Lume, depois continuei no romance policial indo para Agatha Christie, que é uma das minhas autoras preferidas até hoje, mas tudo começou com O Escaravelho do Diabo”, descreve Lucas.

Livro Escaravelho do Diabo faz parte da coleção

A coleção

A coleção é composta por 93 livros, 71 deles fazem parte da série Vaga-lume, e outros 22 são da Vaga-Lume Júnior. Escrita por autores conhecidos de outros gêneros, a série se tornou material de apoio paradidático de escolas em todo o País, e chegou a ter obras sendo adaptadas para novelas.

A Biblioteca Isaías Paim conta com 21 exemplares da coleção Vaga-Lume. Para empréstimo de livros, basta se cadastrar apresentando documento pessoal e comprovante de residência.

Veja a lista:

  • A Ilha Perdida (Maria José Dupré) – 1973;
  • Cabra das Rocas (Homero Homem) – 1973;
  • O Escaravelho do Diabo (Lúcia Machado de Almeida) – 1974;
  • O Caso da Borboleta Atíria (Lúcia Machado de Almeida) – 1975;
  • Spharion (Lúcia Machado de Almeida) – 1979;
  • Aventuras de Xisto (Lúcia Machado de Almeida) – 1982;
  • Tonico e Carniça (Francisco de Assis Almeida Brasil e José Rezende Filho) – 1982;
  • Um Cadáver Ouve Rádio (Marcos Rey) – 1983;
  • O Mistério dos Morros Dourados (Francisco Marins) – 1985;
  • Açúcar Amargo (Luiz Puntel) – 1986;
  • Meninos sem Pátria (Luiz Puntel) – 1988;
  • A Vida Secreta de Jonas (Luiz Galdino) – 1989;
  • Um Leão em Família (Luiz Puntel) – 1990;
  • A Maldição do Tesouro do Faraó (Sérsi Bardari) – 1991;
  • A Árvore que Dava Dinheiro (Domingos Pellegrini) – 1991;
  • O Jogo do Camaleão (Marçal Aquino) – 1992;
  • A Aldeia Sagrada (Francisco Marins) – 1993;
  • O Primeiro Amor e Outros Perigos (Marçal Aquino) – 1996;
  • O Menino Que Adivinhava (Marcos Rey) – 2000
  • O Pinguim Que Não Veio do Frio (Wagner D’Ávila e Maga D’Ávila) – 2002
  • Crescer é uma Aventura (Rosana Bond) – 2002

A Biblioteca Isaías Paim fica no Memorial da Cultura Apolônio de Carvalho, na Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559. O horário de funcionamento é de segunda a sexta, das 8h às 17h30, e aos sábados das 8h às 14h. O telefone de contato é o 3316-9161.

 Texto: Paula Maciulevicius, Setescc

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias