Obras do Governo Presente projetam Costa Rica como polo turístico e agrícola

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
11/03/2020
Redação
Prefeito Waldeli e governador Reinaldo Azambuja assinam obras para Costa Rica
Campo Grande (MS) – A pavimentação de mais de 150 quilômetros de rodovias estaduais em Costa Rica, no Norte de Mato Grosso do Sul, vai potencializar o desenvolvimento regional e projetar o município como polo turístico do segmento de aventura. Listadas no pacote de investimentos “Governo Presente”, as obras de infraestrutura também devem garantir a expansão da atividade agrícola da região.

Uma das rodovias que será pavimentada é a MS-316, no trecho de 71 quilômetros entre Costa Rica e Paraíso das Águas. “É um dos sonhos da população. Ficamos muito felizes em fazer essa ligação e entregar obras que vão fomentar o desenvolvimento regional”, destacou o governador Reinaldo Azambuja na semana passada, durante o lançamento do pacote de obras.

Outras frentes de asfalto, que já estão em andamento e estão integradas ao programa Governo Presente, devem ficar prontas até 2021. Dividida em duas partes, as obras de estruturação de 61 quilômetros da MS-223, entre Costa Rica e Figueirão, estão com mais de 50% de conclusão. O trecho Figueirão/Costa Rica deve ser entregue em agosto de 2020. Já o pedaço Costa Rica/Figueirão tem previsão de fim em janeiro de 2021.

“A MS-223 faz a nossa interligação à Capital”, disse o prefeito Waldeli dos Santos Rosa. “Abre uma nova fronteira agrícola, que vai contribuir com emprego e renda, e com a economia do Estado. Estrada, para quem conhece, quem é produtor, é a transformação da região. Entre Costa Rica e Figueirão haverá a transformação com a produção agrícola”, completou.

Waldeli também explicou a importância do empreendimento para  o turismo. “Essa interligação consolida Costa Rica como a capital estadual do esporte de aventura, que é o que queremos ser em breve nos próximos 10 anos: a capital do Centro-Oeste do esporte de aventura. Queremos transformar Costa Rica em um lugar atrativo”, falou.

O prefeito ainda pontuou outro pleito. “A ligação de 18 km (da MS-135) até a BR-159 para ligar  nós (Costa Rica) a Coxim. É a interligação, a transformação da região num polo agrícola que cresce e vai gerar mais economia E renda para o sul-mato-grossense”, destacou Waldeli.

Bruno Chaves, Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Foto: Chico Ribeiro