quarta-feira, 17 abr 2024

Para promover ambiente escolar seguro, programa da ronda escolar retorna às escolas estaduais e municipais

Para promover ambiente escolar seguro, programa da ronda escolar retorna às escolas estaduais e municipais

03 março – 2023 | 14:14

Além de coibir a violência e prevenir crimes e conflitos nos arredores e também no interior das escolas estaduais, a ronda escolar, retomada na manhã desta sexta-feira (03.03) em Campo Grande, tem contribuído para reprimir a evasão das salas de aula, conforme afirmou o secretário adjunto de Justiça e Segurança Pública, coronel Ary Carlos Barbosa.

Durante o retorno das ações, na Escola Estadual José Maria Hugo Rodrigues, no bairro Mata do Jacinto, o secretário adjunto afirmou que o policiamento preventivo garante aos alunos e professores um local mais seguro, o que também influencia na permanência dos estudantes em sala.

“Temos um resultado positivo na redução dos crimes, no tempo de resposta e também na redução da evasão escolar. Com o policiamento, o aluno se sente mais cuidado, mais protegido e isso influencia diretamente na vinda e permanência do estudante na escola”.

Contribuindo de forma eficaz para o aprendizado do aluno, o Programa Escola Segura, Família Forte, que proporciona a ronda escolar, permite o crescimento individual do estudante, como explicou o coordenador do programa, Valson Campos dos Anjos.

“Este é um projeto premiado que faz a diferença. Ele contribui diretamente na aprendizagem do aluno, na tranquilidade do professor e na gestão escolar. O policiamento consegue oferecer a segurança necessária para que todos estejam no ambiente escolar de forma mais tranquila, sem se preocupar com problemas que acontecem nos arredores das escolas”, afirmou Valson.

Desde 2017, quando foi criado, o Programa já realizou 10.191 atendimentos. Para o diretor da Polícia Comunitária da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), coronel Alexandre Rosa Ferreira, o objetivo é coibir e prevenir a violência ou o crime.

“O objetivo da ronda escolar é a prevenção. Prevenir que aconteça algum tipo de crime que venha lesar tanto alunos ou professores e ferir a imagem da escola.  Estamos aqui para estreitar os laços de amizade. Ter um ambiente escolar seguro faz com que os alunos cresçam e evoluam. Os pais estão confiando na segurança de seus filhos e para isso estaremos aqui. Somos mais um parceiro para garantir o desenvolvimento dos alunos, professores e também da comunidade local”, frisou.

De acordo com o coronel Alexandre, além do policiamento na escola e entorno, a ronda escolar também dá apoio ao policiamento ordinário da região, coibindo os crimes comuns à esta área, que são os pequenos furtos e o porte de arma branca.

A diretora da escola, Greyce Kelly Gonçalves de Menezes, lembra que os 1,3 mil alunos da instituição podem garantir “uma carreira de sucesso” estudando em um ambiente protegido. “A escola precisa ser segura. E a família precisa confiar. Nós queremos ser essa escola segura e que os alunos se preocupem apenas em estudar”.

Ela salienta que muitas vezes a escola pública é marginalizada ou colocada como segunda opção, mas garante que “os alunos daqui também alcançam o sucesso”. “Na escola pública também é lugar de escolher a carreira, escolher o futuro. Os estudantes de escola pública também chegam lá. Aqui também tem muito aluno de sucesso. Temos mestres, professores e doutores empenhados, que fazem parte da equipe, dando o sangue para que os alunos levem o conhecimento a frente”.

“Estamos expostos em qualquer lugar; a crimes, assaltos. A ronda escolar é muito boa porque nos dá segurança, não nos deixa inseguros. Acho que precisamos porque o mundo está um caos”, relata o aluno do 1º ano, Arthur Cesar da Silva.

Secretário adjunto durante retomada das rondas escolares

Programa

O Programa Escola Segura, Família Forte é desenvolvido por meio de parceria entre a Sejusp, Secretaria Estadual de Educação (SED) e Secretaria Municipal de Educação (Semed). Ao todo, 24 policiais e seis viaturas fazem a ronda e adentram as escolas, quando necessário.

Pensando nas pessoas, no valor da educação independente do ano escolar, na segurança das famílias, o Estado quer coibir a violência e a novidades na retomada do Programa é que além das escolas estaduais de Campo Grande mais 50 escolas municipais serão atendidas.

A comunicação entre o programa e a comunidade escolar é feita de forma célere e eficaz por meio de celulares disponíveis nas viaturas. Além disso, cada policial possui um tablet para registrar no sistema de segurança da Sejusp toda e qualquer ocorrência no interior e entorno das escolas.

O patrulhamento escolar é feito por policiais militares levando em consideração dados de inteligência da Sejusp. Além da ronda no entorno das escolas na entrada e saída dos alunos, o programa promove a aproximação da comunidade escolar com a polícia e contribui para a redução dos conflitos no âmbito escolar.

Lançado pelo Governo de Mato Grosso do Sul em 04 de outubro de 2017, o programa é referência internacional por ter sido eleito em uma convocatória do Banco de Desenvolvimento da Corporação Andina de Fomento (CAF).

Essa instituição financeira tem como objetivo medir o impacto do Programa em termos de redução da criminalidade e melhoria dos indicadores escolares (avaliações institucionais como: Prova Brasil, SAEMS e outros).

O Núcleo do Programa funciona dentro da Sejusp, sendo composto por dois técnicos da área da educação, responsáveis pela interlocução entre o Escola Segura, Família Forte, e os vários programas sociais existentes no âmbito da segurança pública, como o Proerd, Bom de Bola, Bom de Escola, Florestinha, entre outros.

Atendendo uma das principais reivindicações da comunidade escolar em relação à segurança pública nas escolas e entorno, o Programa teve início em Campo Grande e a ideia é que em breve seja levado para outros municípios de Mato Grosso do Sul, por meio de parcerias com as prefeituras locais.

A eficácia do Programa é demonstrada pelos relatos de gestores, professores e toda comunidade escolar, sobre o quanto o estreitamento dos laços com a segurança, vem contribuindo para a melhoria na interlocução com a comunidade escolar e vizinhança. Atualmente o Programa Escola Segura, Família forte é desenvolvido em um total de 155 escolas municipais e estaduais de Mato Grosso do Sul.

Luciana Brazil

Fotos: Bruno Rezende

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias