Maracaju/MS
37°C
Clear sky
Dourados/MS
38°C
Scattered clouds

Patrulha ambiental: Estado e Sudeco se unem para adequar estradas e evitar turvamento de rios de Bonito e Jardim

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
25/11/2020
Redação

O Governo do Estado e a Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste) firmaram convênio de R$ 2,5 milhões nesta terça-feira (24) para adquirir diversos maquinários agrícolas, como motoniveladora, retroescavadeira, basculante, trator e terraceador. O objetivo é adequar estradas vicinais dos municípios de Bodoquena, Bonito e Jardim, promovendo o desenvolvimento regional com a melhora nos setores de logística e meio ambiente.

Durante a assinatura do documento, o governador Reinaldo Azambuja explicou que a ideia da parceria surgiu em 2019, após o turvamento das águas dos rios turísticos da região.

“Quando esses problemas enormes surgiram tivemos atuação firme da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul). Implantamos alguns modelos produtivos, vedamos alguns licenciamentos ambientais e coordenamos uma ação conjunta com o Tribunal de Justiça (TJMS) e o Ministério Público (MPMS) que deu muito certo. Hoje temos todo cuidado naquela região. É extremamente positivo ter atividade econômica e produtiva, mas preservando as belezas naturais. Essa patrulha ambiental vai ajudar nisso”, destacou o governador.

Segundo o secretário Jaime Verruck, da Semagro, os maquinários serão utilizados, principalmente, em estradas vicinais da Bacia do Rio Prata e do Formoso, “para que a gente tenha equipamentos para atender os produtores e não carrear sujeira e lama para dentro dos rios”. “É um trabalho muito importante. Agora vamos adquirir (esses maquinários) para que possam entrar em operação”, emendou Verruck.

Superintendente da Sudeco, Nelson Vieira, afirmou que a ideia inicial era empenhar R$ 5 milhões para a aquisição dos equipamentos agrícolas, mas como o valor foi menor a ideia é seguir com mais projetos na área. “Vamos continuar trabalhando para melhorar e ampliar esses equipamentos, pois sabemos da importância para o desenvolvimento da região com sustentabilidade”, disse.

Além de melhorar a logística, potencializar a produção agropecuária e proteger o meio ambiente, a aquisição da patrulha ambiental promove os setores do turismo e até educacional, já que assegura o transporte escolar e facilita o acesso aos atrativos turísticos.

Segundo a Semagro, 2.222 produtores rurais vivem na região, sendo 58% deles praticantes da agricultura familiar (IBGE 25017).

Já dados da Fundtur (Fundação de Turismo do Estado) de 2019 apontam que 166.512 visitantes passaram pelos atrativos turísticos da região no ano de 2018.

Bruno Chaves, Subcom

Foto do destaque: Arquivo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp