quarta-feira, 28 fev 2024

Pesquisa: renovação da Câmara Municipal de Campo Grande deve passar dos 50% em 2024

Pesquisa: renovação da Câmara Municipal de Campo Grande deve passar dos 50% em 2024

18 abril – 2023 | 12:12

Sob encomenda do site Diário MS News, o Instituto Ranking Brasil Inteligência divulgou, nesta terça-feira (18/04), a primeira pesquisa espontânea de intenção de votos para os cargos de vereadores de Campo Grande. O levantamento revela que a renovação da Câmara Municipal deve passar dos 50% em 2024.

Os primeiros colocados são a ex-deputada federal Rose Modesto (União Brasil), com 1,5%, o apresentador de TV Tatá Marques (sem partido), com 1,25%, o ex-governador André Puccinelli (MDB), com 1%, o vereador Carlão (PSB), com 0,92%, e vereador Professor Juari (PSDB), com 0,83%.

Depois aparecem o ex-prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), com 0,75%, o ex-deputado estadual Capitão Contar (PRTB), com 0,67%, o vereador Professor Riverton (PSD), com 0,58%, e, empatados com 0,5% o ex-vereador Chiquinho Telles (PSD), o vereador Ronilço Guerreiro (Podemos) e o vereador Marcos Tabosa (PDT).

Logo atrás vêm também empatados com 0,42% o vereador Silvio Pitu (PSD), o diretor-presidente da AGEMS, Carlos Alberto de Assis (PSDB), o vereador Tiago Vargas (PSD), o vereador Junior Coriga (PSD) e a Delegada Sidnéia Tobias (Podemos). A pesquisa ainda traz outros 13 empatados com 0,33%, com destaque para o radialista, apresentador de TV e ex-deputado estadual Maurício Picarelli (PSDB), o produtor musical sertanejo Ninho (Podemos) e o apresentador de TV Rodrigão (sem partido).

A pesquisa é do tipo quantitativa, por amostragem, com aplicação de questionário estruturado em entrevistas com abordagem pessoal em ponto de fluxo populacional e domiciliar, tendo intervalo de confiança de 95% e a margem de erro máxima estimada foi de 2,75% para mais ou para menos.

Disputa forte

Em razão do fracasso na disputa pelo cargo de governador de Mato Grosso do Sul nas eleições gerais do ano passado, a disputa pelas 29 vagas de vereadores na Câmara Municipal de Campo Grande em 2024 deve ter nomes de peso da política estadual, como os de Rose Modesto, André Puccinelli, Capitão Contar e Marquinhos. Dos quatro, apenas Contar conseguiu avançar para o 2º turno no ano passado e teve o apoio dos outros três.

Agora, a possibilidade de que os quatro voltem a se enfrentar nas eleições municipais do próximo ano é grande, podendo ser como candidatos a vereadores ou até como candidatos a prefeito da Capital, com exceção de Marquinhos que não pode concorrer à reeleição por ter renunciado ao cargo em 2022.

No momento, Rose, André e Contar já admitiram publicamente a possibilidade de disputarem as eleições de 2024 como prováveis candidatos a prefeito, enquanto Marquinhos não negou a chance de concorrer ao cargo de vereador, já que está impedido pela Legislação Eleitoral de tentar voltar para a Prefeitura de Campo Grande em 2024. Ainda nessa turma aparece conhecidos da política estadual, aparece o ex-deputado estadual Maurício Picarelli, que deve tentar retornar ao jogo político como candidato a vereador.

Novatos

Também são surpresas os nomes dos apresentadores de TV Tatá Marques, do SBT, e Rodrigão, da Record, bem como do diretor-presidente da AGEMS, Carlos Alberto de Assis (PSDB), e do produtor musical sertanejo Ninho (Podemos). Os quatro, caso resolvam disputar as eleições municipais do próximo ano como candidatos a vereadores, já largam na frente.

Enquanto os apresentadores de TV Tatá Marques e Rodrigão, que também têm programas de rádio, contam com a força da mídia para alavancar as suas respectivas candidaturas junto à população campo-grandense, Carlos Alberto de Assis conta com os anos de bastidores na política ajudando nas campanhas vitoriosas do ex-governador Reinaldo Azambuja e do atual governador Eduardo Riedel, ambos do PSDB.

Já o produtor musical Ninho deve utilizar o fato de empresariar vários cantores sertanejos locais e nacionais para catapultar a candidatura a vereador de Campo Grande. Além disso, no ano passado, ele foi bem votado na disputa por uma vaga na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Mulheres

Com mais de 56% de eleitoras na Capital, as mulheres aparecem bem na primeira pesquisa com intenções de votos para a Câmara Municipal. Dentre as citadas estão: a Delegada Sidenéia Tobias, a Bolsonarista Raquelle Truts, a empresária Elaine Pires (Rede Pires de Supermercados) e as radialistas Keliana Fernandes e Bruna Lopes (Capital FM).

Dados

O Instituto Ranking Brasil Inteligência realizou 1.200 entrevistas presenciais em todas as regiões de Campo Grande, ouvindo moradores residentes com 16 anos ou mais de idade. A pesquisa é do tipo quantitativa, por amostragem, com aplicação de questionário estruturado em entrevistas com abordagem pessoal em ponto de fluxo populacional e domiciliar, tendo intervalo de confiança de 95% e a margem de erro máxima estimada foi de 2,75% para mais ou para menos.

 

 

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias