PM usa balas de borracha para conter confusão e cabo do Exército é preso

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
04/03/2019
Redação

Na 3ª noite de Carnaval em Campo Grande, três homens foram detidos durante confusão na região central. Em uma das ocorrências, a Polícia Militar precisou usar balas de borracha para conter briga. Por volta das 2h desta segunda-feira (4), no cruzamento das ruas Barão do Rio Branco com a Travessa Noroeste, a 1 quadra da Ernesto Geisel, um cabo do Exército, de 21 anos, acabou preso por desacato.

Conforme boletim de ocorrência, a Polícia Militar fazia rondas na região, quando avistou o tumulto. Para dispersar o grupo, os policiais fizeram disparos de balas de borracha. Ainda segundo a polícia, alguns dos envolvidos ainda arremessaram pedras contra a equipe.

Descontrolado com a situação, um dos rapazes passou a desacatar os policiais dizendo: “Quem é o mais antigo de vocês, não podem fazer isso seus irresponsáveis, porcarias”. Ele, então, foi contido e levado para a delegacia. Lá, o autor apresentou um cartão de identificação militar lotado no 20º Regimento de Cavalaria Blindado.

Um pouco antes, por volta das 22h de domingo (3), um homem de 42 anos também foi preso por ameaça, resistência e desacato. De acordo com registro policial, o autor chegou até uma equipe da Polícia Civil com os ânimos alterados perguntando onde havia uma tenda do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Um dos policiais respondeu que não sabia e chamaria o socorro caso precisasse, quando o homem passou a desacatar os policiais com vários xingamentos. Ele acabou detido e durante a prisão tentou agredir a equipe com socos, pontapés e danificou um VW Gol vermelho que estava estacionado na via. Na delegacia, segundo a polícia, o autor ameaçou e ainda tentou agredir um policial civil.

Também na noite de ontem, um rapaz que ainda não teve o nome divulgado pela polícia, foi preso por pichar a lateral do Hotel Gaspar durante festa de Carnaval, no cruzamento das avenidas Mato Grosso com a Calógeras. Os três casos foram registrados na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Reportagem: Viviane Oliveira

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp