Ponte consolidará BR-376 como rodovia do agronegócio brasileiro e facilitará exportações

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
30/05/2022
Redação

Em uma cerimônia no Palácio Iguaçu, os governadores Reinaldo Azambuja (Mato Grosso do Sul) e Ratinho Junior (Paraná) assinaram nesta segunda-feira (30) um convênio para o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) de construção de uma nova ponte entre os dois estados, ligando São Pedro do Paraná (PR) a Batayporã (MS) e consolidando a BR-376 como rodovia do agronegócio brasileiro. No valor de R$ 3 milhões, o EVTEA será pago pela Itaipu.

Reinaldo Azambuja assinou convênio nesta segunda-feira (Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Reinaldo Azambuja afirmou que o novo trajeto vai “encurtar distância” entre regiões produtivas e integrar os dois estados. “Os estados que mais crescem são os que têm base econômica ligada ao agronegócio, a agroindústria e principalmente a produção primária. Isso tem demandado exportação e uma logística melhor. Essa ligação Porto São José com Mato Grosso do Sul encurta caminho, abre uma nova fronteira de desenvolvimento e integra os nossos estados. Vamos ter uma integração maior”, disse.

O governador sul-mato-grossense também destacou o papel da Itaipu e explicou a importância do estudo de viabilidade. “A Itaipu foi muito parceira pagando o EVTEA, que é o que norteia apontando menor impacto ambiental, traçado, menor custo da obra e com isso dá desenvolvimento maior para a nossa região, tanto de Paraná quanto Mato Grosso do Sul”.

Ele falou ainda que a obra vai ao encontro do projeto da Rota Bioceânica. “O The Economist publicou recentemente uma matéria interessante, que a nova Rota Bioceânica será o novo Canal do Panamá. O que eles estão visando? Que nós vamos ter uma saída do Brasil que vai envolver Centro Oeste, Sul, Sudeste, das riquezas produzidas, encurtando distâncias. E essa obra, essa ponte, vai encurtar distâncias. Era um sonho integrar aquela região Nova Londrina, Porto São José, que é uma região muito produtiva”, resumiu. A reportagem publicada no jornal inglês fala sobre os investimentos no corredor logístico e os impactos econômicos, sociais e ambientais, principalmente na região do Chaco paraguaio. 

Governador Ratinho Junior afirmou que tráfego será de 3,5 milhões de caminhões/ano (Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Já o governador do Paraná, Ratinho Junior, afirmou que cerca de 3,5 milhões de caminhões por ano vão passar pelo trajeto, transformando a logística de ambos os estados. “Tudo isso (está sendo) construído a quatro mãos, com o governador Reinaldo Azambuja junto com o nosso time e (também com) a Itaipu, que é essa gigante de geração de energia do planeta, mas que também tem a responsabilidade social no seu DNA”, declarou. 

A construção da conexão atende a um antigo pedido da Socipar (Sociedade Civil Organizada do Paraná), que reúne cerca de 200 empresários. “É um trabalho de 10 anos, sendo que, dois anos atrás tivemos uma reunião com o presidente Bolsonaro e, depois, com o governador Reinaldo Azambuja, explicando a importância da ponte para escoar a produção de grãos de Mato Grosso do Sul e do Centro Oeste e também para impulsionar o turismo nos dois estados”, explicou o presidente da Socipar, Demerval Silvestre.

A ligação vai encurtar em mais de 100 quilômetros a viagem rumo ao porto de Paranaguá. A ponte será erguida em Batayporã no ponto da balsa, conhecido como Porto São João, na travessia para o Porto São José, no município de São Pedro do Paraná (PR). Também participaram do evento secretários – entre eles Jaime Verruck, de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, de Mato Grosso do Sul -, além de prefeitos e vereadores.  

Evento realizado na sede do governo paranaense dá início a estudo para implantação de ponte entre os dois estados (Foto: José Portela/Prefeitura de Batayporã)

Paulo Fernandes, Subcom

Fotos: José Portela/Prefeitura de Batayporã e José Fernando Ogura/AEN

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this