quarta-feira, 17 jul 2024

Prazo para Plantio de Soja tem Alterações em Mato Grosso do Sul
Agricultura

Prazo para Plantio de Soja tem Alterações em Mato Grosso do Sul

Redação
11 dezembro – 2023 | 8:08

Vazio sanitário e medidas para controle da ferrugem asiática são estabelecidos

O último dia para o plantio de soja em Mato Grosso do Sul sofreu uma alteração importante, ficando definido para o dia 24 de dezembro. Após essa data, inicia-se o período conhecido como vazio sanitário da soja, quando o plantio da cultura fica estritamente proibido.

Vazio Sanitário da Soja para Prevenção da Ferrugem Asiática

Essa medida é adotada pela Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), vinculada à Semadec (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), de acordo com as diretrizes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O vazio sanitário da soja deve ter, no mínimo, 90 dias, durante os quais não é permitido plantar ou manter plantas de soja em qualquer estágio de desenvolvimento na área determinada. Essa medida tem como principal objetivo reduzir ao máximo o risco de infestação da ferrugem asiática da soja, uma das doenças mais prejudiciais que afetam essa cultura.

A inclusão dessa medida no Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática da Soja (PNCFS) visa a otimização do uso de fungicidas e a minimização dos riscos relacionados a doenças causadas por fungos nas plantações de soja.

Dúvidas ou Denúncias

Em caso de dúvidas, necessidade de orientações ou denúncias, a Iagro disponibiliza canais de contato através dos números: 0800 647 2788 ou (67) 99971-8163. É importante que os produtores estejam cientes dessas alterações e cumpram as regulamentações para garantir a saúde das plantações de soja em Mato Grosso do Sul.

Foto: Bruno Rezende

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias