Maracaju/MS
25°C
Scattered clouds
quinta-feira
28°C
20°C
sexta-feira
35°C
17°C
Maracaju/MS
25°C
Scattered clouds

Representantes do comércio noturno de Maracaju vão a Câmara Municipal pedir por abertura.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
15/07/2020
Redação

Na sessão desta quarta-feira o Vereador Hélio Albarello (MDB) encaminhou um oficio para o Prefeito Municipal Maurílio Ferreira Azambuja pedindo uma possível reunião para tentar solucionar  o problema do comércio noturno em Maracaju.

O problema em questão: o Ministério público determinou o fechamento de bares, lanchonetes, sorveteria, pizzarias, conveniências, restaurantes e distribuidora de bebidas das 19:00 horas até às 6:00 horas da manhã. Estes estabelecimentos só poderão funcionar em sistema de retirada e entrega, devendo permanecer com portas fechadas, sem mesas e cadeiras expressamente proibido consumo no local. Para tomar está decisão o MPE alega o aumento exponencial de casos confirmados da Covid-19 no município que até o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde ontem (28/6), aponta 49 contaminados e 42 em isolamento domiciliar. Caso não haja cumprimento da determinação, o Ministério Público poderá aplicar multa diária de R$ 50 mil.

Outro ponto de vista é o dos empresários do comércio noturno que alegam seguirem a risca todas as normas de segurança básica contra a propagação do vírus Covid-19 e que assim sendo não haveria problema em abrir, para que estes mesmos não tenham que fechar as portas de uma vez.

São 60 empresas que estão passando por esse período de pandemia sem poder atender em seus estabelecimentos, e segundo os empresários a demanda de delivery não supre a necessidade para manter todos os gastos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp