Senar/MS realiza cerimônia de premiação do Agrinho 2017: Alunos de escolas de Maracaju são premiados

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
27/10/2017
Redação

“Educar é semear com sabedoria e colher com paciência”. Foi com essa frase que o presidente do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul, Mauricio Saito, iniciou a cerimônia de premiação do Concurso Agrinho 2017, maior programa de responsabilidade social do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural.

A celebração aconteceu na tarde dessa quinta-feira, dia 26, em Campo Grande, com a participação de 400 pessoas, entre estudantes premiados, professores, lideranças rurais e políticas.

“Muito mais que a premiação, o importante é saber que essas 185 mil crianças tiveram acesso a diferentes metodologias de ensino, focadas em temas transversais, tão necessários nos dias de hoje no país, como Ética, Cidadania e Sustentabilidade, para maior aproximação entre o campo e a cidade”, afirmou Saito.

Em seguida, o presidente da CNA, João Martins, salientou: “O que chama atenção é que os produtores daqui estão moldando o Estado, devido ao seu elevado nível tecnológico e social, diferenciando-o de outros estados. O futuro do Brasil é a agropecuária e o MS é referência para o mundo”, declarou o presidente da CNA, João Martins.

Com o tema ‘Cultivando saúde, colhendo qualidade de vida’, foram inscritos, em 2017, 2.607 trabalhos. Atualmente, o projeto alcança 185 mil estudantes e 8 mil professores de 498 escolas públicas de 57 municípios do estado.

Durante todo o calendário letivo, o programa permitiu a formação continuada para professores e coordenadores do ensino fundamental, por meio de um material exclusivo que contempla toda a regionalidade com objetivo de agregar valores e potencialidades presentes no estado, destacando o território cultural, ambiental, econômico e geográfico, fundamentais para o fortalecimento do sentimento de pertencimento às raízes sul-mato-grossenses.

“Hoje o Senar/MS é um grande parceiro em prol da agropecuária no campo, buscando resultados, levando conhecimento, e melhoria de vida para a comunidade rural. O estado tem uma lógica muito própria, com aumento de produtividade e extensão da produção agrícola, e fazendo com que a área rural seja cada vez mais fortalecida”, destacou o diretor-presidente da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), Enelvo Felini.

Estiveram presentes o diretor do Senar Central, Daniel Carrara, o superintendente Técnico da CNA, Bruno Lucchi, e o Assessor da Comissão de Assuntos Fundiários da CNA, Ciro Siqueira.

Também participaram do evento os presidentes de Sindicatos Rurais dos seguintes municípios: de Aparecida do Taboado, Eduardo Antônio Sanchez; de Anastácio, Moezis José dos Santos; de Aral Moreira, Edson Bastos; de Bandeirantes, João Nelson Lyrio; de Bataguassu, Manoel Agripino Cecílio de Lima; de Bonito, Elza Maria Trevelin; de Campo Grande, Ruy Fachini Filho; de Corumbá, Luciano Aguilar Rodrigues Leite; de Iguatemi, Marcio Margatto Nunes; de Jardim, José Eduardo Meireles Grubert; de Jateí, José Pereira da Silva; de Maracaju, Juliano Schmaedecke; de Nova Alvorada do Sul, Telma Menezes de Araújo; de Nova Andradina, Hemerson Israel dos Santos; de Paranaíba, Nilo Alves Ferraz; de Ponta Porã, André Cardinal Quintino; de Rio Verde de MS, Launil José Marquesan; de Tacuru, Maria Neide Casagrande Munaretto; de Três Lagoas, Marco Garcia de Souza; de Rio Negro, Henrique Mitsuo Vargas Ezoe; de Vicentina, Valter Dalla Valle; de Maracaju, Christiano Souza Bins; de Ivinhema e Novo Horizonte do Sul, Edy Elaine Biondo Tarrafel; de Rio Brilhante, Luciano Cargnin Manfio e de Batayporã, Altamir José Fonseca.

Em Maracaju os alunos premiados foram:

Na categoria Desenho 1° ano, a aluna Gabrielly Barros da Silva da Escola Municipal Ciro Aniz, ficou em 2°lugar;

Na categoria Redação 6° ano, o aluno Alan da Silva Gabriel da Escola Municipal Júlio Muller – Polo, ficou em 5° lugar;

Na categoria Redação 7° ano, a aluna Lívia Thaise dos Santos da Escola Municipal Júlio Muller – Polo, ficou em 4° lugar;

Na categoria Redação 8° ano, a aluna Bruna Flores de Souza também da Escola Municipal Júlio Muller – Polo, ficou em 1° lugar.

Veja a lista de todos os premiados por categoria em: http://portal.sistemafamasul.com.br/marcada-pela-emocao-senarms-realiza-cerimonia-de-premiacao-do-agrinho-2017/

 

Fonte: Sistema Famasul

 

 

 

 

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp