Suspeito de roubo é morto por PM em confronto durante a noite

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
28/11/2019
Izabela Sanchez
Arma calibre 38, munição e celulares apreendidos pela PM durante a noite (Foto: Divulgação)

Um jovem de aproximadamente 25 anos, conhecido como Rodrigo ou “Paraguaio”, morreu na noite de ontem (27) no pronto-socorro do Hospital Regional depois de ser baleado por policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar durante a noite de quarta-feira (27). É a segunda morte em dia consecutivo por troca de tiros com a polícia.

Conforme divulgou o batalhão, a vítima e mais 4, adolescentes de 17, 16 e 15 anos, cometiam  roubos com uso de uma arma de calibre .32 em um Gol branco, também produto de furto. Os três adolescentes foram encontrados durante a noite no Parque do Lageado.

Segundo o Batalhão, o trio foi abordado na Rua Doutor Osvaldo dos Santos no carro furtado. À polícia, teriam dito que o quarto comparsa estaria em uma casa armado e com os produtos roubados. Nos fundos da residência, os policiais dizem ter sido surpreendida por disparos de uma arma de fogo.

Rodrigo foi alvejado no tórax e foi levado ao Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Segundo a polícia, ele estava sem documento de identidade e o nome foi divulgado foi falado pelos adolescentes. Rodrigo, alega a polícia, estava armado com revólver calibre.38 com quatro munições intactas e duas deflagradas.

Além do carro, um celular e outros objetos haviam sido roubados e foram devolvidos. Um dos adolescentes apresentava escoriações nos joelhos.

Carro furtado que era usado em outros roubos, segundo a polícia (Foto: Reprodução)

Confronto – Na noite de terça-feira (26) Lucas Kauã Martins Vinco de Oliveira, 20, conhecido como “Diamante”, morreu, baleado pela polícia, durante troca de tiros com os militares no bairro Jardim Los Angeles, região sul de Campo Grande. A polícia afirma que ele é integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital).