TDAH E A APRENDIZAGEM ESCOLAR DA CRIANÇA – Por Claudia Rocha

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
06/01/2022
Redação

Antes de compreender as consequências do Transtorno déficit de atenção(TDAH)no ensino-aprendizagem, é importante ressaltar que nem toda criança que demonstra sintomas de desatenção, hiperatividade e/ou impulsividade tem o transtorno.

É natural a criança ser mais ativa enquanto seu corpo se desenvolve, também é normal nessa fase ela não se concentrar muito em uma só atividade e ser mais impulsiva, o que não podemos é associar sintomas como estes, ao transtorno de déficit de atenção, sem antes buscar um diagnóstico minucioso.

A criança pode apresentar sintomas que leve a hipótese de profissionais trabalharem com o TDAH, mas isso não é o suficiente, o diagnóstico adequado só é possível ser realizado a partir dos 6 aos 7 anos de idade precisamente em fase escolar, porque é na escola que a criança vai estar exposta ao um novo ambiente, a aprendizagens diferenciadas e uma interação social fora da família. É importante saber que os sintomas, precisam ser pelos menos seis ou mais e ter no mínimo duração de seis meses, e persistir em mais de um ambiente em que a criança convive, para considerar o transtorno de déficit de atenção em uma criança é necessário ficar atento ao seu comportamento em outros lugares frequentados por ela. Em relação ao ambiente escolar é um transtorno que quando não tratado afeta o aprendizado da criança, apresentando maior dificuldade em relação as atividades escolares com manifestações de bloqueios para aprender, para se alfabetizar e para se desenvolver no processo de ensino- aprendizagem. É no ambiente escolar que a maioria das crianças tem contato com a leitura e a escrita o que exige atenção e concentração, e para quem convive com o déficit de atenção não é uma atividade prazerosa, e quando a criança não tem apoio suficiente para superar essa dificuldade e realizar as atividades escolares se torna mais complexo.

A desatenção motivada pelo déficit de atenção, faz com que a criança não se concentre na aula e não compreenda a explicação do professor (a) e na maioria das vezes é confundida por mau comportamento e desinteressada. Comparações como essas, não são benéficas para a criança com o diagnóstico, podendo afetar ainda mais a sua autoestima e prejudicar a sua aprendizagem de forma significativa e isso é preocupante, porque rotular uma criança traz consequências que podem impedir o desenvolvimento de suas habilidades cognitivas.

Para ajudar no desenvolvimento da aprendizagem da criança é preciso de técnicas e estratégias pedagógicas, que profissionais nessa área podem está associando ao aprendizado da criança. Lembrando que o TDAH, é um transtorno que causa dificuldades de aprendizagem na criança, mas ele não anula o aprender dela, desde que tenha acompanhamento por profissionais especializados.

 

Neuropsicopedagoga

Psicopedagoga

Claudia Rocha

 

Fique sabendo!

O TDAH pode ser classificado em três tipos o Combinado(desatento/hiperativo e/ou impulsivo). Predominantemente imperativo/impulsivo e o Desatento.

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Previous Next
Close
Test Caption
Test Description goes like this