Usina de álcool reabre com apoio do Governo e gera mais de mil empregos em Naviraí

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
15/06/2018
Redação

A usina de álcool Rio Amambaí Agroindústria retomou as atividades nessa quinta-feira (14.6), após mais de três anos fechada. Para reabrir, a unidade conta com investimentos que somam 90 milhões de dólares e apoio do Governo do Estado, por meio de incentivos fiscais.

A unidade, antes pertencente ao grupo Infinity, agora recebe investimentos do fundo investidor norte-americano, Amerra. A perspectiva é chegar a produção anual de 3,2 milhões de toneladas de açúcar nos próximos três anos.

Representando o governador Reinaldo Azambuja, o titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, destacou que o papel do Governo do Estado é de apoiar, permitir e facilitar empreendimentos como este.

A cerimônia contou com a presença de autoridades e dos funcionários.

“Todos aqui presentes estão fazendo uma nova história. Obrigado por confiarem novamente no Estado e digo que nós acreditamos nesse empreendimento e, por isso, apoiamos”, disse ao ressaltar que este é mais um resultado da política de atração de investimentos adotada pelo Governo do Estado desde 2015.

Representante da Amerra, Rogério Martins, explica que foram  cultivados 18 mil hectares de cana-de-açúcar para manter a usina e na safra de 2018/2019 o consumo já deve subir para 2,1 milhões de toneladas. Para isso, conta com 700 funcionários diretos e outros 380 indiretos, somando mais de mil novos postos de trabalho locais.

Para o prefeito José Izauri de Macedo, a usina é o “ícone do desenvolvimento” de Naviraí, isso por que foi a primeira grande empresa a se instalar no município. “A reabertura desta usina gera para nós muita perspectiva positiva, já que para nós ela representa emprego, renda e desenvolvimento”, contou.

Presidente da Biosul, Roberto Hollanda, explicou que a Rio Amambaí vai produzir etanol e açúcar e passa a integrar o grupo de 19 usinas em operação em Mato Grosso do Sul. “O Estado consome 46 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano e a nova unidade abre as portas em um bom momento e com ótimas perspectivas de produção”.

Texto e fotos: Priscilla Peres – Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro)

Quer contar alguma coisa? Então conta pro Notícias MS !

Se você tem alguma informação importante e quer compartilhar, conta pra nós!

Conta aí meu Povo:
WhatsApp (67) 98448-9787

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/notims
https://www.instagram.com/noticiasms/

O sigilo é garantido pela lei, envie denúncias, reclamações e sugestões.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp