domingo, 25 fev 2024

“Vai ficar excelente”: caminhoneiros vivem expectativa de melhores condições com pavimentação de rodovia

“Vai ficar excelente”: caminhoneiros vivem expectativa de melhores condições com pavimentação de rodovia

16 fevereiro – 2023 | 17:17

Em Ribas do Rio Pardo, quem vive e trabalha na área rural tem boas expectativas com as obras de pavimentação da MS-338, que faz ligação com Camapuã. Classificada como de difícil acesso pelos motoristas, a rodovia recebe investimentos de mais de R$ 250 milhões para ter asfalto em 111,5 quilômetros, do trecho que vai da MS-357 até a BR-060.

“Para a gente que entrega muda de eucalipto na região, vai ficar excelente. Nesse período de chuva, está bem difícil o acesso às fazendas. Então, assim que for concluída a obra, vai ficar bom e vai diminuir o gasto, em torno de 60%”, destacou o motorista Paulo Pereira de Souza Filho, de 39 anos.

Claudecir: “vai ser uma mão na roda para acessarmos as fazendas

Outro caminhoneiro que trabalha na região, Claudecir Brugnoli diz que conhece todas as dificuldades das estradas sem pavimento, que vão da lama no período chuvoso à poeira na época da seca. “Quando chove a gente não consegue chegar. Fica bem precário. Com a rodovia asfaltada e nova, a tendência vai ser melhorar, vai ser uma mão na roda para acessarmos as fazendas. Vai ficar uma maravilha”, ressaltou.

“Vai melhorar e muito para quem vive e trabalha por aqui, deixando o caminho seguro”, diz Antônio Barbosa

Morador de um sítio na região, Antônio Ademir Barbosa, 68, trabalha com compra e venda de gado e diz que as obras de pavimentação da rodovia são bem vindas. “Vai melhorar e muito para quem vive e trabalha por aqui, deixando o caminho seguro. Está aprovado”, disse.

Agilidade nas obras

Dividida em dois lotes, a pavimentação da MS-338 contribui com a integração logística de Ribas do Rio Pardo – que desde 2021 vive um boom de desenvolvimento por causa da construção de uma nova indústria de celulose da  empresa Suzano. A primeira frente de obra parte de Camapuã a Ribas e a segunda faz o caminho contrário, se encontrando no entroncamento com a MS-245.

A obra do primeiro lote teve início em fevereiro do ano passado e está com mais de 52% de execução. Nela, são investidos R$ 120,1 milhões em 45,30 quilômetros de pavimentação. Já a obra em 66,26 quilômetros da rodovia referente ao segundo lote foi autorizada pelo governador Eduardo Riedel nesta semana, ao custo de R$ 132,5 milhões.

“O pavimento da MS-338, que vai até Camapuã, liga até a MS-357, que já está em construção. Vamos ter um novo eixo logístico. Tudo isso fruto da capacidade de investimento que o Governo criou”, explicou Riedel ao autorizar o início da obra do segundo lote.

Integração

Secretário da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística), Hélio Peluffo frisou a importância do empreendimento para toda a região. “O Governo do Estado resolve o problema de logística, que é o trânsito de caminhões puxando eucalipto, além de atender a agropecuária, que também necessita dessa infraestrutura. É uma obra de R$ 132,5 milhões, somando-se a uma outra de R$ 120,1 milhões. E o Governo também fará a ligação de Bandeirantes a MS-338, que são mais de R$ 50 milhões em investimento. Então, são aproximadamente R$ 300 milhões de recursos muito importantes para a região, gerando emprego, qualidade de vida e melhorando as condições de ir e vir da população”, explicou.

Além das obras citadas pelo secretário, o Governo do Estado, por meio da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), trabalha na pavimentação da MS-357, que liga o final do trecho urbano de Ribas até a MS-338. Com 19,89% de execução, a obra em um trecho de 12,18 quilômetros tem R$ 29,1 milhões de investimento.

Luiza Soares está otimista com a obra

“Essa obra vai melhorar para a gente que mora aqui. Nossa expectativa é de que fique melhor porque nesse trecho é perigoso o trânsito”, comentou a vigilante Luiza Soares, 33, que mora no final do perímetro urbano do Ribas, a poucos metros da ponte que está em construção sobre o Córrego Ribeirão das Botas. A obra da travessia faz parte da pavimentação da MS-357.

Bruno Chaves, Seilog

Fotos: Chico Ribeiro

Compartilhe suas notícias conosco!
Possui informações relevantes? Estamos aqui para ouvi-lo!

Entre em contato:
WhatsApp: (67) 98448-9787

Nossas Redes Sociais:
Facebook
Instagram

Garantimos seu sigilo conforme a legislação. Envie-nos denúncias, reclamações e sugestões.
Sua voz é importante para nós!

Últimas Notícias