Find the latest bookmaker offers available across all uk gambling sites www.bets.zone Read the reviews and compare sites to quickly discover the perfect account for you.
sexta-feira , 15 fevereiro 2019
Notícias de Última Hora
karabuk bayan escort kastamonu bayan escort burdur bayan escort kirikkale bayan escort nigde bayan escort aksaray escort amasya escort erzurum escort bartin escort batman escort
Home / Maracaju / A Campanha Contra a Violência e Exploração Sexual da Criança e Adolescente

A Campanha Contra a Violência e Exploração Sexual da Criança e Adolescente

nao_engula_o_choro_2

A Campanha Contra a Violência e Exploração Sexual da Criança e Adolescente em nível nacional é realizada todos os anos no mês de maio. Mas, na verdade os trabalhos de proteção acontecem durante todo ano.

No mês de outubro acontece a Campanha Estadual em todos os municípios, em Maracaju, a Rede de Proteção feita pelas Secretárias de Assistência Social, Saúde e Educação, além dos parceiros Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes e do Conselho Tutelar vai até o final do mês.

O lançamento oficial aconteceu no dia 06 de outubro e durante todo o mês haverá palestras em todas as escolas do município, e nos órgãos ligados a Rede de Proteção que trabalham com crianças e adolescentes. Além disso, serão colocados faixas de orientação, entrevistas nas emissoras de rádio e matéria para outros meios de comunicação.

Segundo a Secretária de Assistência Social Ilma Aquino a Rede não para, trabalha todo o ano. “Nas campanhas, nos aproveitamos para divulgar um pouco mais os trabalhos e orientar a comunidade sobre os efeitos negativos e trauma que isso causa nas vítimas e também aproveitar a pedir ajuda das pessoas, que se sabem algum caso ou conheçam alguém que sofre abuso que denuncie e será mantido sem segredo o denunciante” Disque 100, disse Ilma.

Coordenador do Centro de Referência Especializado da Assistência Social, (CREAS) Bruno Barros, disse que existem casos, e que todo o acompanhamento é feito, para dar conforto e recuperação a vítima. “muitas famílias esconde essas agressões, a maioria dos casos são cometidos dentro da própria família, e precisamos acabar com isso, trauma da vitima e para toda uma vida, precisamos que a população os ajude e denuncie, precisamos do apoio dos professores que ao notarem mudança de comportamento nas crianças, comunique, elas podem estar sendo vítima de algum tipo de violência”, disse Bruno.

cartaz_nao-desvie-o-olhar-2015-46x64-324x450

Assessoria de comunicação Prefeitura de Maracaju

Sobre Vanessa Coelho

Veja mais!

Com recursos de R$ 29 milhões para 2019, governador quer organizar agricultura familiar no Estado

Em 2019, com recurso garantido no valor de R$ 29 milhões destinados à agricultura familiar ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *